uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Crise directiva no Centro Desportivo de Fátima

Presidente demitiu-se e clube vive num impasse, podendo colocar em causa a continuação do futebol sénior
Edição de 16.07.2014 | Desporto
O presidente do Centro Desportivo de Fátima e também da SAD (Sociedade Anónima Desportiva), o empresário Jorge Silva, demitiu-se de todos os cargos directivos que exercia no clube, deixando de novo o clube mergulhado numa grave crise directiva. O dirigente, que havia sido eleito no início do ano, diz que se sentiu “completamente sozinho”, garantindo que apenas sentia o apoio do vice-presidente e ex-responsável máximo do clube, padre António Pereira.Jorge Silva adianta que a sua decisão é “irrevogável” adiantando ainda que investiu, “sem nenhuma contrapartida”, mais de cem mil euros no clube para pagamento de salários, verba de que, apesar de não ter feito nenhuma exigência, admite vir a ser reembolsado. “As pessoas que continuam à frente do clube são pessoas de bem”, disse.O Centro Desportivo de Fátima garantiu a permanência no campeonato nacional de seniores, mas agora a situação ficou num impasse. A situação já foi discutida numa primeira reunião entre o presidente da assembleia geral e restante direcção, de onde apenas saiu a marcação de uma assembleia geral, marcada para dia 21 de Julho.Segundo O MIRANTE apurou junto de um ainda membro da direcção, a ideia é colocar aos sócios a decisão de acabar com o futebol sénior. “Embora a equipa esteja inscrita para disputar o Campeonato Nacional de Seniores, é mais crível a sua desistência”, disse o dirigente.Com o presidente da assembleia geral a assumir os destinos do clube, neste momento tão precário, os sócios vão assim ser chamados a pronunciar-se quanto ao seu futuro. “A nossa ideia é fazer uma pausa no futebol sénior, para não colocar em causa toda a restante actividade do clube, nomeadamente o futebol de formação. Por isso é necessário que os sócios compareçam em massa para ajudarem a ultrapassar mais esta difícil situação”, disse o mesmo dirigente.O membro da direcção, que pediu para não ser identificado, garantiu que os erros do passado estão a matar o clube e que vai ser muito difícil manter a actividade desportiva que tem. “Por mim ainda estou disposto a ajudar, mas fora de qualquer cargo directivo”, desabafou.Demissão apanhou restantes dirigentes de surpresa Entretanto o carismático dirigente do clube, padre António Pereira, garantiu que tudo vai ser feito para salvar o futebol sénior no Centro Desportivo de Fátima. “A saída extemporânea de Jorge Silva deixou-nos bastante abalados. Meia dúzia de dias antes, dizia que já tinha a época estruturada e os jogadores contratados, e de repente foi-se embora”.“Temos também o problema de estarmos impedidos de inscrever jogadores devido a dívidas antigas, mas essas dívidas não são assim tão grandes e vamos continuar a procurar soluções. Mas serão sempre os sócios, em assembleia geral, a decidir o que iremos fazer. Estamos a trabalhar para lhes apresentar a situação com honestidade, para que possam decidir em consciência. Mas a nossa ideia é manter o futebol sénior na Divisão Nacional de Seniores”, disse o padre António Pereira.Recorde-se que, nos últimos anos, o Centro Desportivo de Fátima tem sido o clube mais representativo do futebol do distrito de Santarém. Foi campeão Nacional da Segunda Divisão e chegou por duas vezes à Liga de Honra do Futebol Profissional.

Mais Notícias

    A carregar...