uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Chefe da rodoviária de Vila Franca de Xira colhida por toiro em Vila Franca de Xira

Edição de 16.07.2014 | O Mirante dos Leitores
Sou natural de Santarém e sempre adorei ver e assistir ao vivo às largadas de touros e ver alguns “chicos-espertos” a levarem com touro, quedas dos touros e outra peripécias. Mas caramba, uma coisa é divertir-se com situações ao qual nos expomos porque queremos, outra coisa são pessoas que não querem ter nada a ver com estas largadas e são apanhadas na corrente. Umas vezes ficam-se por grandes sustos, outras acabam por sofrer sequelas permanentes, como foi o caso. Ora em primeiro lugar, mesmo antes da segurança, está o “separar das águas”. Quem não quer ter nada a ver com estas festas, tem que se criar condições para que estas pessoas, que como todo o seu direito têm de não participar nestas e noutras festas do género, possam circular livremente sem que tenham de correr riscos ou ficarem expostas a acidentes desta natureza. É por estas e por outras que nunca fui ao Colete Encarnado pois sempre me disseram que em matéria de segurança a festa deixa muito, mas mesmo muito a desejar. Não têm nada a ver com as largadas de touros na Feira da Agricultura de Santarém, mesmo aquelas que se realizavam na cidade, no espaço da antiga feira, onde curiosamente fui colhido por um touro, mas porque estava lá por minha vontade e não porque tinha necessidade de lá ir ou passar, como foi este o caso. Portanto é muito fixe, dá dinheiro aos comerciantes e autarquia, dá alegria aos vilafranquenses e turistas, mas nada deve-se sobrepor ao bem estar e segurança de todos os que partilham o espaço da festa. Tenho dito ... Gonçalo RosárioComo é que se podem sequestrar pessoas em suas casas e nos estabelecimentos comerciais por causa de uma iniciativa com touros bravos na via pública? Que leis e autoridades permitem tal coisa? Como é que a Câmara Municipal de Vila Franca de Xira organiza ou dá apoio a estas situações? Como é que esta senhora que foi ferida por um animal bravio que alguém pôs no seu caminho com autorização? Não sou contra a chamada festa brava. Sou contra esta irresponsabilidade e impunidade. Vasco Petinga  

Mais Notícias

    A carregar...