uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Taekwondo do Juventude da Castanheira quer crescer e formar novos atletas

Taekwondo do Juventude da Castanheira quer crescer e formar novos atletas

Objectivo dos responsáveis é aproximar a modalidade olímpica da população

À frente da equipa está o vila-franquense Telmo Miguel, de 35 anos, um apaixonado pela modalidade e praticante desde os seis anos.

Edição de 03.09.2014 | Desporto
A secção de taekwondo do Juventude da Castanheira começou a nova época este mês de Setembro e o grupo quer crescer e formar novos atletas. Para os responsáveis o principal objectivo, além de fazer crescer o número de praticantes, é aproximar a modalidade da população.À frente da equipa está o vila-franquense Telmo Miguel, de 35 anos, um apaixonado pela modalidade e praticante desde os seis anos. Na época passada dirigiu um grupo de trinta atletas mas este ano quer aumentar esse valor e expandir a equipa. “Pretendemos que as pessoas se apaixonem pela modalidade, não tanto na vertente competitiva, mas mais na vertente marcial, pelo domínio, espírito de camaradagem e entreajuda, fazemos muitos treinos marciais. Às vezes saímos daqui pela noite escura e vamos fazer uma corrida pelo mato, sem luz. Ainda há crianças e adultos com medo do escuro”, explica a O MIRANTE.A equipa não se centra exclusivamente na competição da Internacional Taekwondo Federation (ITF) ou World Taekwondo Federation (WTF), o que permite aos seus atletas poderem competir em provas de todo o tipo, com vários tipos de atletas, muitas vezes de artes marciais próximas do taekwondo, como o kempo. “Participamos em alguns torneios, às vezes temos resultados bons e outras vezes temos resultados maus. Mas sempre em estilo livre, não em estilo olímpico”, regista. O grupo do Juventude da Castanheira assume-se diferente dos restantes, propondo a modalidade de forma mais recreativa e exigente, para abranger todo o tipo de públicos.A equipa está dividida em duas classes: infantis (dos cinco aos 13 anos) e seniores (dos 13 anos em diante). “O objectivo de muitos dos nossos atletas é ter mais auto-estima, auto-domínio. Há quem venha para se sentir melhor consigo mesmo, outros vêm à procura da competição”, explica. Para o responsável a modalidade pode também ajudar em casos de violência escolar, o chamado Bullying. Os jovens que aprendam uma arte marcial têm maior auto-estima e aprendem a defender-se melhor. “Tenho miúdos que hoje já respondem de outra maneira, já têm noção de que se podem defender se os atacarem”, nota.Informático de profissão, nascido em Vila Franca de Xira mas criado na Castanheira do Ribatejo, Telmo Miguel é um apaixonado pela modalidade, introduzida em Portugal em 1974 pelo mestre Chung Sun Yong, no Sporting Clube de Portugal. O taekwondo é uma arte marcial coreana, tornada mais visível durante a segunda guerra mundial durante a invasão japonesa à Coreia. A arte marcial deu lugar a modalidade olímpica em 1993, integrando pela primeira uns jogos olímpicos em 2000.
Taekwondo do Juventude da Castanheira quer crescer e formar novos atletas

Mais Notícias

    A carregar...