uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Ruptura de conduta de água na zona onde ocorreu deslizamento das barreiras

Edição de 03.09.2014 | Sociedade
Na altura do deslizamento de terras registado na encosta de Santa Margarida, em Santarém, na madrugada de 16 de Agosto, foi detectada uma ruptura numa conduta de água do sistema de combate a incêndios do antigo Teatro Rosa Damasceno. Não se sabe se a situação já durava antes da derrocada, ocorrida nas traseiras do edifício, ou se foi uma consequência desta. A administradora da Águas de Santarém, Teresa Ferreira, diz que tudo leva a crer que a ruptura tenha ocorrido na altura do deslizamento. Teresa Ferreira sublinha que a situação foi detectada logo após o deslizamento e que antes não tinha chegado nenhum alerta à empresa municipal. A administradora explica que o edifício é propriedade privada e que a ruptura foi no seu interior mas a Águas de Santarém reparou a situação. Acrescenta que já não existia contador no teatro e não havia registo de abastecimento ao imóvel, que tem o interior destruído devido a um incêndio. A administradora da Águas de Santarém salienta, em declarações a O MIRANTE, que a empresa está desde o início do ano a investir no cadastro de toda a rede de abastecimento que não existia. Uma situação que permite prevenir e detectar mais facilmente possíveis problemas no abastecimento.

Mais Notícias

    A carregar...