uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Viver da música é o sonho de Cire

Viver da música é o sonho de Cire

Músico de Vila Franca de Xira, Luís Boavida, está a construir reputação nas áreas do rap, R&B e kizomba mas ainda é pouco conhecido na cidade onde vive.

Edição de 05.11.2014 | Sociedade
Aos 23 anos Luís Boavida, natural de Vila Franca de Xira e morador na cidade, começa a tornar-se um nome conhecido da música e sonha vir a ser uma figura. “Cire”, como é conhecido no meio artístico, persegue há quatro anos o sonho de viver da música, nas áreas do rap, R&B e kizomba. Os seus dotes são elogiados pelos pares e a carreira não tem parado de crescer nos últimos anos. Lançou recentemente um vídeo com a presença da ex-concorrente da Casa dos Segredos, Diana Ferreira, e tem hoje mais de 20 mil seguidores na rede social Facebook. Já tem vídeos editados para alguns temas e mixtapes que criou e já participou na banda sonora da série televisiva “Morangos com Açucar”. Cire está a preparar o lançamento do seu primeiro álbum, que será comercializado numa primeira fase em suporte digital no próximo ano. O seu sonho é conseguir viver da música, uma paixão que começou há longos anos com o irmão, o falecido rapper Mário Boavida (“Raptor”). O nome artístico - Cire - deriva de letras que Luís gostava de desenhar nos cadernos quando andava na escola. Luís, que tem raízes moçambicanas, reside no Bom Retiro, um dos principais bairros da cidade de Vila Franca de Xira. “À noite costumo sair por aqui mas a cidade não tem muito que se faça. Para os jovens as coisas estão complicadas, não há muitas actividades para os unir. O pessoal hoje em dia gosta mais de estar no Facebook e em casa, não convive tanto. E a crise também afecta isso”, refere.Gosta de escrever na praia a ver o mar ou numa esplanada com os phones colocados e a ouvir instrumentais. Normalmente é à noite que se sente mais inspirado. Uma das canções que mais o comoveu foi a que dedicou ao irmão, chamada “Penso em ti”. “Cada linha que escrevia sentia-a no coração”, recorda. O irmão é, também, a sua principal referência. Mas elege como outros nomes importantes da sua corrente artistas como Sam the Kid, Regula ou Anselmo Ralph. “Na música trabalhas muito, por vezes num dia parece que só progrediste umas horas. As portas deste mercado estão cada vez mais fechadas, mas se as portas não se abrirem tens de entrar pela janela”, defende com entusiasmo.É por isso que Luís deixa uma nota para os jovens que queiram seguir a carreira musical: sonhar sim, mas nunca trocar os estudos por um sonho. “Nunca desistam dos sonhos mesmo que as pessoas digam que não são capazes de os alcançar. Trabalhem, esforcem-se e não se encostem à sombra da bananeira. Assim algo de bom virá”, conclui.
Viver da música é o sonho de Cire

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...