uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Salgueiro Maia patrono de projecto escolar em Santarém

Salgueiro Maia patrono de projecto escolar em Santarém

Anúncio foi feito pelo presidente da câmara na sessão de encerramento das comemorações do 40º aniversário do 25 de Abril
Edição de 10.12.2014 | Sociedade
O presidente da Câmara de Santarém, Ricardo Gonçalves (PSD), anunciou no sábado, 6 de Dezembro, a criação do Prémio Salgueiro Maia, um projecto a iniciar no próximo ano lectivo em todas as escolas do concelho de Santarém. O objectivo principal é a “abordagem e tratamento da figura histórica de Salgueiro Maia e o seu contributo na formação de cidadãos livres, responsáveis, autónomos e solidários, com espírito crítico, defendendo os principais valores da vivência democrática”, disse o autarca na sessão de encerramento das comemorações do 40º aniversário do 25 de Abril, que decorreu na tarde de sábado no salão nobre dos paços do concelho.O autarca acrescentou que o projecto ambiciona ser “um instrumento gerador de condições propícias à melhoria da eficiência e eficácia da escola, de forma a contribuir para o sucesso escolar dos alunos enquanto cidadãos livres e empenhados na transformação progressiva do meio social envolvente”. Para a sua concretização Ricardo Gonçalves considera fundamental o envolvimento e participação de todos os intervenientes da comunidade educativa. “Sei que isso irá acontecer”, afirmou convicto, adiantando que vai lançar o desafio ao seu congénere de Castelo de Vide, terra natal do malogrado Capitão de Abril, para que se possa fazer algo semelhante.As comemorações do 40º aniversário da Revolução dos Cravos em Santarém, cujo programa contou com cerca de 60 iniciativas desde Fevereiro passado, envolveu várias entidades sob a coordenação da Câmara de Santarém e da Comissão das Comemorações Populares do 25 de Abril em Santarém. A sessão de encerramento contou com diversos momentos musicais e de poesia e discursos do presidente da câmara, dos coronéis Correia Bernardo e Garcia Correia - à época capitães na Escola Prática de Cavalaria (EPC) e que ajudaram a preparar o golpe militar - e de João Madeira Lopes, presidente da comissão das comemorações.O jovem estudante Ricardo Alcobia contou a história da vendedora de cravos que ajudou a que a revolução ficasse conhecida por Revolução dos Cravos e no final cantou-se “Grândola, Vila Morena”.Após a sessão decorreu a apresentação do livro “Os rapazes dos tanques”, de Adelino Gomes e Alfredo Cunha, que contou com a presença de vários dos homens que integraram a coluna da EPC, comandada por Salgueiro Maia, que teve papel decisivo no golpe militar de 25 de Abril de 1974.Ausências notáveis e notadasO salão nobre dos paços do concelho de Santarém encheu para o encerramento das comemorações do 40º aniversário do 25 de Abril, mas mesmo assim foram notadas as ausências de muitos notáveis da política local. Aliás, se fosse uma reunião do executivo camarário a cerimónia não teria quorum, pois faltaram 5 dos 9 elementos da vereação (os quatro vereadores do PS e a vice-presidente Susana Pita Soares, do PSD). Os eleitos da assembleia municipal também primaram em peso pela ausência, incluindo o presidente António Pinto Correia (PSD) e os restantes membros da mesa, o mesmo acontecendo com a esmagadora maioria dos presidentes de junta. Contactado por O MIRANTE, o presidente da câmara afirmou que os convites para a sessão foram enviados como é feito normalmente e que não recebeu qualquer justificação relativa a tantas ausências.
Salgueiro Maia patrono de projecto escolar em Santarém

Mais Notícias

    A carregar...