uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Dívida da Câmara de Santarém continua a baixar

Autarquia pretende adiar início do pagamento da antiga Escola Prática de Cavalaria
Edição de 23.12.2014 | Sociedade
A Câmara de Santarém vai acabar 2014 com uma dívida global a rondar os 77 milhões de euros, continuando a reduzir gradualmente o valor que há cerca de três anos chegou a atingir os 100 milhões de euros. A informação foi dada pelo presidente do município Ricardo Gonçalves (PSD), na última reunião do executivo. O autarca disse ainda que neste momento a facturação de Setembro já se encontra toda paga, para sublinhar que tem sido reduzido substancialmente o prazo médio de pagamento por parte do município.Ricardo Gonçalves lembrou que no total da dívida se encontra englobado o montante de 16 milhões de euros respeitante à compra das instalações da antiga Escola Prática de Cavalaria, cujas prestações deviam começar a ser pagas a partir de Janeiro de 2015. O autarca revelou que está a negociar o adiamento da liquidação das prestações em mais três anos.Em Outubro passado, O MIRANTE já tinha noticiado que a Câmara Municipal de Santarém encontra-se a renegociar com o Governo os termos contratuais referentes à aquisição do antigo quartel da Escola Prática de Cavalaria (EPC), comprada pela autarquia em 2011, quando Moita Flores era presidente do município, por 16 milhões de euros, que deviam começar a ser pagos em 72 prestações mensais já a partir de 2015.O actual presidente considerava também que, face à actual conjuntura financeira que a autarquia vive, o preço acordado no anterior mandato (bem como a taxa de juro e spread fixados) é manifestamente exagerado.

Mais Notícias

    A carregar...