uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
«O êxito dos nossos clientes é o que nos faz crescer»

«O êxito dos nossos clientes é o que nos faz crescer»

A Magos Irrigation Systems é líder no sector da rega no Ribatejo
Edição de 04.02.2015 | Economia
A Magos Irrigation Systems, empresa líder no sector da rega no Ribatejo, foi distinguida com o galardão PME Líder em 2014, um reconhecimento que a incentiva a continuar o trabalho em prol do desenvolvimento da agricultura ribatejana. Portugal rega 87% dos seus terrenos agrícolas e o valor da produção em cada hectare regado é sete vezes superior ao do sequeiro, indica um inquérito publicado pelo Instituto Nacional de Estatística em 2014. A Magos Irrigation Systems é um dos maiores players de mercado no sector do regadio, sendo responsável pela instalação de cerca de 20 000 hectares de área regada no país, em 2014, grande parte em terras ribatejanas.“O regadio tem sido um factor crucial nos ganhos económicos das explorações agrícolas portuguesas e o Ribatejo é um bom exemplo. Na cultura do tomate para indústria, os nossos agricultores são líderes mundiais, muitas explorações agrícolas ribatejanas ultrapassam as 100 toneladas/hectare. A especialização dos agricultores, o elevado nível de mecanização da cultura e a rega gota-a-gota contribuem para o sucesso desta actividade, que gera 250 milhões de euros na economia portuguesa. A Magos Irrigation Systems tem crescido com esta agricultura profissional e é graças a ela que hoje lidera no sector da rega, trabalhando com as principais casas agrícolas do Ribatejo”, afirma António Gastão, administrador da empresa, sediada em Salvaterra de Magos.A Magos Irrigation Systems projecta, instala e fornece sistemas de rega e tem como mais-valia a especialização das suas equipas em Agronomia, Electrotécnica, Electromecânica, Ambiente e Logística, além da capacidade instalada para fabrico e reparação de componentes. “A nossa missão enquanto empresa é contribuir para a valorização da produção agrícola, ajudando a aumentar a rentabilidade dos agricultores através de sistemas de rega eficientes. É o êxito dos nossos clientes que nos faz crescer e, por isso, valorizamos o diálogo com cada um deles no diagnóstico de necessidades, na proposta e implementando de soluções», comenta Miguel Empis, outro dos administradores da empresa, afirmando que a distinção da empresa como PME Líder em 2014 «comprova que a nossa forma de estar no mercado é a mais correta e incentiva-nos a continuar o trabalho em prol do desenvolvimento da agricultura ribatejana”.Uso Eficiente da ÁguaDada a necessidade crescente de optimização do uso dos recursos na actividade agrícola, a Magos Irrigation Systems tem como preocupação central na sua actividade a poupança da água e da energia necessárias para regar. Por esta razão, a empresa congratula-se com os novos apoios ao Uso Eficiente da Água, previstos no Programa de Desenvolvimento Rural 2020. Estes apoios destinam-se aos agricultores que usem sistemas de rega por aspersão, localizada (micro aspersão, gota-a-gota) ou subterrânea, assegurando uma poupança mínima de 7,5% nos consumos anuais de rega. «Trata-se de financiar os agricultores que optem por equipamentos e sistemas de rega mais eficientes, que lhes permitam poupar água, fertilizantes e energia. A Magos Irrigation Systems estará na linha da frente como um parceiro para ajudar os agricultores a beneficiar destes apoios, uma vez que toda a nossa gama de soluções é bastante ecoeficiente», afirma António Gastão.Atenta às novas oportunidades criadas pelo regadio do Alqueva, a Magos Irrigation Systems vai inaugurar, no primeiro trimestre deste ano, uma filial em Beja. «O maior potencial de crescimento do regadio está no Alqueva e nós queremos acompanhar essa dinâmica e capitalizar o nosso know-how, ajudando os agricultores a tirar o máximo partido da água disponível», acrescenta Miguel Empis. Recorde-se que o Governo anunciou a conclusão das infra-estruturas de rega do Alqueva até final de 2015, um projecto que abrange 120.000 hectares de regadio.Uma história com mais de meio séculoA história da Magos Irrigation Systems remonta a 1956, data da fundação da empresa Gaspar Suissas, um dos mais antigos fornecedores de sistemas de rega no Ribatejo e que viria a unir-se com as empresas Hubel Comercial, Turbo Rega Tejo e Sorraia, Gaspar Suissas e Neorega, em 2008, dando origem à Hubel Irrigation Systems, em Salvaterra de Magos. É no ano de 2012, na sequência da alteração societária do Grupo Hubel, que nasce a Magos Irrigation Systems assumindo a actividade e compromissos anteriores da Hubel Irrigation Systems.
«O êxito dos nossos clientes é o que nos faz crescer»

Mais Notícias

    A carregar...