uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Este ano não há corso de Carnaval na cidade de Tomar

Este ano não há corso de Carnaval na cidade de Tomar

Câmara de Tomar não disponibilizou quaisquer verbas para esta época, para além das contempladas no regulamento do apoio ao associativismo. Corso na Linhaceira mantém-se há 25 anos consecutivos, fruto da iniciativa da população.

Edição de 11.02.2015 | Sociedade
Contrariamente aos anos anteriores este ano não haverá qualquer corso alegórico carnavalesco pelas ruas da cidade de Tomar, dado que o município apenas providencia apoio logístico e facilita no que concerne à isenção de taxas às associações que, normalmente, organizam estas iniciativas. “Por questões monetárias não vai ser possível fazermos o habitual corso com os carros alegóricos mas vamos avançar com algumas iniciativas, como bailes e concursos de máscaras no pavilhão municipal da cidade e ainda um mini-desfile com mascarados espontâneos na terça-feira gorda”, disse a O MIRANTE Luís Honório, da “TomarIniciativas”. Já na Linhaceira, localidade do concelho onde esta quadra tem uma forte tradição, tudo está a postos para mais um Carnaval. Há 25 anos consecutivos que esta aldeia organiza actividades carnavalescas. Este ano, o evento decorre oficialmente entre sábado, 14 de Fevereiro, e terça-feira, 17, com o ponto alto a ter lugar na tarde de domingo, 15 de Fevereiro, em que o corso percorrerá as ruas da aldeia.Num esclarecimento enviado à comunicação social, a Câmara de Tomar, liderada por Anabela Freitas (PS), refere que informou atempadamente as duas colectividades que habitualmente organizam actividades carnavalescas, a ACR da Linhaceira e a Associação TomarIniciativas, que os apoios para as suas actividades de Carnaval seriam este ano dados através do programa de apoio ao associativismo. “Nenhuma destas duas associações está inibida de organizar festejos de Carnaval e de ter apoio do município para isso, como já foi, aliás, decidido para o Carnaval da Linhaceira, a nível logístico e de isenção de taxas municipais”, refere a nota.A Câmara de Tomar sustenta que, este ano em particular, “dadas as responsabilidades financeiras transitadas de mandatos anteriores”, o município não podia facultar qualquer verba que não fosse a contemplada no regulamento de apoio ao associativismo. “Em anos anteriores, os apoios autónomos, fora os logísticos e de isenções, ascenderam a algumas dezenas de milhares de euros, que não se encontram disponíveis agora e nem o município se pode substituir à capacidade de organização e de angariação de receitas das associações mas sim actuar em suporte e complementarmente à sua capacidade”, esclarece a autarquia.
Este ano não há corso de Carnaval na cidade de Tomar

Mais Notícias

    A carregar...