uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Municípios de Santarém, Sardoal, Ferreira do Zêzere e Entroncamento não dão tolerância de ponto no Carnaval

Edição de 11.02.2015 | Sociedade
Santarém, Sardoal, Ferreira do Zêzere e Entroncamento são os únicos municípios da região que não concedem tolerância de ponto aos funcionários na Terça-Feira de Carnaval, no próximo dia 17 de Fevereiro. Os restantes municípios do distrito de Santarém - Abrantes (PS), Alcanena (PS), Almeirim (PS), Alpiarça (CDU), Benavente (CDU), Cartaxo (PS), Chamusca (PS), Constância (CDU), Coruche (PS), Golegã (PS), Mação (PSD), Rio Maior (PSD), Salvaterra de Magos (PS), Tomar (PS), Torres Novas (PS) e Vila Nova da Barquinha (PS) - dão dispensa dos serviços aos funcionários da autarquia.Ainda na área de abrangência de O MIRANTE, mas já no distrito de Lisboa, os concelhos de Vila Franca de Xira (PS) e Azambuja (PS), também concedem tolerância de ponto aos seus funcionários.Apenas Santarém e Entroncamento mudaram de posição em relação ao ano passado, altura em que concederam tolerância de ponto para os funcionários poderem festejar o Carnaval. Em Ourém, é concedida dispensa dos serviços a 17 de Fevereiro mas ficam assegurados os serviços mínimos de atendimento aos munícipes. No despacho assinado pelo presidente, Paulo Fonseca (PS), é garantido que os funcionários que não usufruírem da tolerância de ponto nesse dia podem combinar com o “respectivo superior hierárquico” outro dia para tirarem a folga.Também em Torres Novas, apesar da tolerância de ponto, ficam assegurados o funcionamento do cemitério municipal, mercado e canil intermunicipal. Em Vila Nova da Barquinha ficam assegurados os serviços de piquete, piscinas, cemitério municipal e recolha de Resíduos Sólidos e Urbanos. A decisão de tolerância de ponto dos funcionários públicos da administração local depende dos executivos das câmaras municipais. Recorde-se que, em Janeiro de 2013, o Governo decidiu não dar tolerância de ponto aos funcionários públicos da administração central na Terça-Feira de Carnaval, pelo menos enquanto o país estivesse sob aplicação do Programa de Assistência Económica e Financeira.

Mais Notícias

    A carregar...