uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Câmara de Coruche continua à procura de compradores para sobreiros queimados e resina

Edição de 18.02.2015 | Sociedade
Os eucaliptos foram as únicas árvores queimadas da Herdade dos Concelhos, no concelho de Coruche, que a autarquia conseguiu vender na sequência do edital lançado no passado mês de Janeiro. Sem interessados continuam os sobreiros queimados e a exploração de resina que motivaram a aprovação pelo executivo municipal de dois novos editais na última reunião camarária, realizada a 11 de Fevereiro. No edital lançado em Janeiro, os sobreiros queimados despertaram o interesse de um comprador que ofereceu três euros e cinquenta cêntimos por cada árvore, mas a candidatura acabou por ser rejeitada por não cumprir o valor mínimo de cinco euros estipulado no regulamento.Rejeitada foi também uma candidatura para exploração da resina de uma parcela da Herdade dos Concelhos e de um lote na Zona Industrial de Monte da Barca por o interessado ter apresentado uma proposta de exploração por três anos, sendo que o regulamento do concurso estipulava como prazo limite o dia 30 de Novembro de 2015.No sentido de conseguir vender estas espécies arbóreas o mais rápido possível, o presidente da autarquia, Francisco Oliveira, adiantou que o novo edital referente à venda de sobreiros queimados não vai estabelecer qualquer tipo de valor mínimo para a compra de cada árvore. “Honestamente, o que queremos é vender aquilo e limpar a floresta”, sublinhou. A aquisição de serviços de limpeza e preparação de três parcelas da área ardida na Herdade dos Concelhos, no valor de seis mil euros, foi também aprovada na última reunião do executivo municipal. Recorde-se que, em Julho de 2013, a Herdade dos Concelhos foi devastada por um incêndio que fustigou mais de 200 hectares de área florestal.

Mais Notícias

    A carregar...