uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Canto Firme de Tomar recebe terreno da sede como prenda de aniversário

Canto Firme de Tomar recebe terreno da sede como prenda de aniversário

Colectividade apresentou um novo logotipo durante a Festa da Música, no sábado, com a qual assinalou 35 anos de existência.

Edição de 18.03.2015 | Sociedade
A Canto Firme de Tomar - Associação de Cultura, vai ser proprietária do terreno onde a sua sede foi construída, que era pertença do município. A “prenda” foi oferecida no sábado, 14 de Março, durante a sessão solene do 35.º aniversário da colectividade, pela presidente da Câmara de Tomar, Anabela Freitas (PS), e deixou o presidente da associação, Simão Francisco, comovido pois essa era uma ambição antiga. “Apesar das dificuldades que a Canto Firme está a sentir no início deste trigésimo quinto aniversário, não baixou os braços. Está a reinventar-se e a abrir-se ainda mais à comunidade. Por isso, entendo que o município está em condições de satisfazer um desejo, que já vinha das direcções anteriores, que é o de podermos passar para a posse da Canto Firme o terreno onde esta sede está instalada”, assumiu Anabela Freitas. A autarca sublinhou que, com esse passo, a associação pode submeter candidaturas a fundos comunitários no sentido de a ampliar as suas instalações e continuar a crescer.A colectividade, que foi eleita por O MIRANTE como Personalidade do Ano em 2014, na área da Cultura, celebrou o aniversário durante toda a tarde com actividades culturais diversas. Perante a presença de vários convidados, foi ainda apresentado, em primeira-mão, o novo logótipo da instituição que passou também a adornar a fachada do edifício sede, na Rua D. Lopo Dias de Sousa. O slogan passa a ser “Venham viver a Canto Firme”.Na hora dos discursos, Simão Francisco agradeceu a todas as direcções anteriores o trabalho desenvolvido. “A Canto Firme nasceu em 1980 no seio da Filarmónica Nabantina, nossa sócia honorária, e durante 35 anos deu cartas, arregaçou as mangas, travou lutas, venceu obstáculos, destruiu barreiras, criou laços, inovou, desassossegou mentalidades e ganhou respeito e apresentou resposta a esse respeito, bem patente na qualidade do trabalho artístico apresentado”, disse.Simão Francisco desvendou ainda alguns projectos, entre os quais “Sons que falam”, que liga as áreas da música e da saúde, com o qual pretendem criar parcerias com instituições não só de Tomar como de concelhos vizinhos. “A música, o teatro ou qualquer linguagem artística devem produzir três resultados muito simples: a surpresa, a catarse e a transformação. Queremos chegar às pessoas e abraçá-las através das nossas formas artísticas”, afirmou. Outro dos projectos tem a ver com a vontade de introduzir o jazz na escola, estando já a funcionar o “Clube de Jazz” devendo ser abertas, em breve, as inscrições para o curso livre de canto de jazz.
Canto Firme de Tomar recebe terreno da sede como prenda de aniversário

Mais Notícias

    A carregar...