uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
CartoonXira 2015 mostra como se faz humor com qualidade

CartoonXira 2015 mostra como se faz humor com qualidade

Os cartoons apresentados na 16ª edição do CartoonXira surpreendem pela positiva até os olhares mais exigentes e há quem diga que é o melhor de sempre. O humor e a sátira reinam no Celeiro da Patriarcal, onde o massacre no jornal francês Charlie Hebdo também não foi esquecido.

Edição de 18.03.2015 | Sociedade
A 16ª edição do CartoonXira, inaugurada sábado, 14 de Março, no Celeiro da Patriarcal em Vila Franca de Xira (VFX), conta este ano com mais cartunistas e há quem admita que esta é a melhor edição de todas, tendo em conta a qualidade de trabalhos apresentada pelos artistas portugueses e pelo convidado polaco, Pawel Kuczynski.Os cartunistas vila-franquenses António e Gargalo expuseram os seus trabalhos ao lado de Bandeira, Brito, Carrilho, Cid, Cristina, Gonçalves, Maia e Monteiro, num total de uma centena de representações que satirizam temas tão variados como o governo, as crises nacional e europeia, o ébola, o fim do império BES, o duelo no PS, o caso Sócrates, a crise americana ou o Papa Francisco. A estes juntaram-se mais uma outra centena de cartoons desenhados pelo polaco, vencedor de mais de 130 prémios mundiais, aos quais o autor deu o nome de “Reflexos”, onde estão retratadas cenas de guerra, fome, pobreza, racismo e ecologia.E porque o massacre no jornal satírico francês Charlie Hebdo está bem presente na memória, a Câmara de VFX decidiu avançar com um abaixo-assinado contra o atentado, cujas assinaturas estão reunidas num mural, presente no CartoonXira, intitulado “Eu Defendo a Liberdade de Expressão”. Os visitantes da exposição, patente até 10 de Maio, podem também deixar a sua assinatura nesse mural que, segundo o presidente da câmara, Alberto Mesquita, será entregue na Embaixada de França para mostrar a solidariedade dos vila-franquenses para com as vítimas do atentado. Há valores que se sobrepõem à liberdade de expressãoO cartunista António, que organiza a exposição em parceira com a autarquia, disse a O MIRANTE que a selecção dos trabalhos e dos artistas deveu-se, sobretudo, “à procura de várias abordagens de fazer humor com qualidade, em estilos completamente diferentes”. Por aqui a liberdade de expressão ainda continua a ser uma realidade sem limites, embora alguns dos artistas, como Cristina e Gonçalves, admitam que já não é bem assim quando toca a corresponder às expectativas e interesses ligados aos jornais com os quais trabalham. “Se tivermos a ousadia de fazer um cartoon que vá mexer com as mentalidades de alguém que patrocine o jornal, sabemos desde logo que aquele trabalho não irá ser publicado, deixando a nossa liberdade de expressão comprometida. Isso na realidade já não existe, porque há sempre valores que se sobrepõem”, evidenciou Gonçalves.O público mostrou-se maravilhado com os desenhos deste ano e houve quem ficasse perplexo com a qualidade dos artistas vila-franquenses. Foi o caso de Maria José, 58 anos. “Temos artistas muito bons no Ribatejo, sem desprestigiar os restantes que estão a expor. O CartoonXira está cada vez melhor e mais completo”, frisou. A exposição está patente até 10 de Maio, encerrando às segundas e feriados
CartoonXira 2015 mostra como se faz humor com qualidade

Mais Notícias

    A carregar...