uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Os farsolas dos políticos

Edição de 29.04.2015 | Opinião
Os políticos tentaram interferir mais uma vez na direcção editorial da comunicação social em Portugal. Aproximam-se as eleições e todos querem a mesma coisa: visibilidade e tempo de antena. Um dia destes vão conseguir os seus objectivos; é mais que certo. As televisões e a maioria dos jornais de referência fazem questão de convidar políticos influentes para os seus espaços de opinião. Basta lembrar que a grande maioria dos comentadores televisivos já foram membros de governos e os actuais comentadores desempenham lugares importantes de direcção nas estruturas partidárias. Um regabofe para quem tem paciência para os ouvir ou para os ler. Eu não. Faço questão de desligar o som da televisão quando eles falam e de os ignorar nos jornais já que escrevem sempre mais do mesmo.O lugar que o PSD deu a Sócrates como comentador da RTP, menos de dois anos depois de ter perdido as eleições, foi um dos mais descarados favores que a televisão pública fez a um ex-governante. E ninguém acredita que este convite não tenha mãozinha do PSD; ou de gente importante do PSD para sermos mais precisos.Como é evidente os jornalistas influentes cerraram fileiras e os políticos vão deixar cair as suas boas intenções que era criarem oportunidades iguais na comunicação social para todos os candidatos. Era um caso para rir se não fosse um caso de idiotice política que um dia nos pode sair caro.Mais uma vez O MIRANTE antecipou-se à tempestade que agora desabou sobre os meios de comunicação social. Nas últimas três campanhas eleitorais já não cumprimos os serviços mínimos para não sermos multados e levados a tribunal. Ficou, e vai continuar a ficar, mais espaço para as notícias.Se vivêssemos num país politicamente evoluído teríamos os políticos a pedirem aos jornais mais espaço para as notícias de sociedade e de serviço público em favor dos mais desprotegidos e das instituições injustiçadas pelo regime. Como somos ainda um país de idiotas políticos temo-los aí a tentarem competir entre eles a ver quem é o mais farsola.JAE

Mais Notícias

    A carregar...