uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Pedida diminuição do IVA da comida para animais de companhia

Edição de 09.06.2015 | Economia
A Maxipet enviou uma petição à Assembleia da República (AR) pedindo a diminuição do IVA em alimentos para animais de companhia. A petição recolheu, desde Março, mais de seis mil assinaturas e continua disponível em http://peticaopublica.com/pview.aspx?pi=reducaoivapetfood. Inaugurada em Fevereiro, a Maxipet é a única empresa em Portugal vocacionada para o fabrico de alimentos premium e superpremium para animais de companhia. Com um investimento de 5 000 000 euros, inserido no âmbito do apoio à inovação, concedido pelo QREN (Quadro de Referência Estratégico Nacional), a Maxipet nasceu numa altura em que 50% da ração para animais de estimação consumida em Portugal era importada, maioritariamente de Espanha. Desde a sua inauguração que a Maxipet luta para alterar a injustiça do IVA no “Pet Food” e após várias reuniões com o governo, avançou com o envio da petição para a AR. No discurso da inauguração o sócio-gerente Luís Guilherme alertou a Ministra da Agricultura, presente na cerimónia, para a diferença de IVA entre Espanha e Portugal aplicada aos alimentos para animais de companhia, já que em Espanha o IVA é de 10%, taxa reduzida, e em Portugal é de 23%, taxa máxima. Lembrou que os cavalos, animais que também apoiam a sociedade, são taxados com o IVA a 6% enquanto que os cães, que são os olhos dos cegos, o nariz dos GNR na detecção de bombas e pesquisa de desaparecidos, entre outras funções na nossa sociedade, são penalizados tendo o IVA a 23% na sua alimentação.

Mais Notícias

    A carregar...