uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Escola Superior de Saúde de Santarém: Trabalho, mérito e qualidade

Escola Superior de Saúde de Santarém: Trabalho, mérito e qualidade

Diversificada oferta formativa em enfermagem, com o curso de licenciatura, sete cursos de mestrado e quatro pós licenciaturas de especialização em enfermagem.

Edição de 09.06.2015 | Suplemento Saúde
À Escola Superior de Saúde de Santarém (ESSS), que actualmente conta com cerca de 450 estudantes de 1º e 2.º ciclo e taxas de empregabilidade na ordem dos 90%, reconhece-se trabalho, mérito e qualidade. É desde 2009 uma escola com um sistema de gestão de qualidade certificado por uma entidade externa.Quarenta e dois anos de história permitiram a consolidação de um ensino da enfermagem e da saúde de qualidade, através de uma estratégia formativa baseada na cooperação, na aprendizagem ao longo da vida e em actividades de extensão à comunidade e investigação.A aposta na diversificação de oferta formativa em enfermagem, com o curso de licenciatura e sete cursos de mestrado e quatro pós licenciaturas de especialização em enfermagem, tem sido desenvolvida no sentido de responder às necessidades do mercado em cuidados de saúde, registando-se uma elevada procura.A par do incremento da oferta formativa, a escola responde aos desafios colocados actualmente ao ensino superior, de que se destacam a investigação e a internacionalização.A investigação sediada na Unidade de Monitorização de Indicadores em Saúde, contando com seis projectos, financiados pelo Parque de Ciência e Tecnologia do Alentejo, e cinco novos projectos que decorrem das necessidades de entidades parceiras, tem-se constituído como essencial à concretização da política de desenvolvimento da ESSS. A dimensão da internacionalização concretiza-se por um conjunto alargado de parcerias com instituições de ensino superior europeias, sendo que, recentemente, estendeu-se à América Latina com a integração na rede ACINNET (Academic International Network). A mobilidade de estudantes, professores e staff tem sido uma dinâmica de relevo na abertura da ESSS ao contexto global.Destaca-se ainda a recente assinatura de uma Carta de Compromisso com a Rede de Ensino Superior em Mediação Intercultural sob tutela do Alto Comissariado para as Migrações em prol da interculturalidade enquanto pilar de coesão social e a mediação enquanto estratégia preventiva e positiva da diversidade cultural, no âmbito da saúde.
Escola Superior de Saúde de Santarém: Trabalho, mérito e qualidade

Mais Notícias

    A carregar...