uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Assembleia Municipal de Santarém dá parecer negativo a restauração de quatro freguesias

Edição de 15.07.2015 | O Mirante dos Leitores
As freguesias não se medem aos palmos, por isso iremos continuar a lutar pela defesa e pela dignidade do poder local junto das pessoas recuperando a Junta de Freguesia de Vaqueiros, que deu provas nos últimos quarenta anos em trabalho, competência e honestidade trabalhando sempre para o povo e com o povo. Lamento que o PSD e o CDS teimem em não abdicar da união Casével/Vaqueiros quando em apenas 2 anos deste mandato, praticamente todos os serviços sociais desapareceram de Vaqueiros, restando os edifícios e equipamentos colectivos que dificilmente voltaram a ter vida. Apesar de tudo o povo irá continuar a luta pela refundação. Saudamos o requerimento que o PCP apresentou na Assembleia da república e os apoios obtidos junto de toda a oposição, oposição escalabitana, CDU, PS, Bloco de Esquerda, Movimento “Mais Santarém”.  Firmino OliveiraEsgotamo-nos em coisas assim. Une, desune, casa, descasa...Vem um governo faz, vem outro desfaz e nunca mais saímos de certos círculos viciosos que se criam. Uma coisa é certa: Vaqueiros continua a ser Vaqueiros, tenha uma junta ou não tenha uma junta. É uma terra com tradições, com história, com gente determinada. É uma terra com capacidade para lutar pelos seus direitos, chame-se a Junta de Freguesia de Vaqueiros ou outra coisa qualquer.  Veja-se o caso da despoluição do Alviela. O rio atravessa vários territórios. Será preciso unificá-los todos num concelho único para defendê-lo junto do poder central, por exemplo? E Vaqueiros quando fala na poluição fala só do troço do rio que corre nas suas fronteiras? Os autarcas eleitos vão ter que olhar para o todo do novo território...assim o queira a população de Vaqueiros.Fernando

Mais Notícias

    A carregar...