uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Exposição em Santarém faz viagem no tempo até à época das descobertas

Exposição em Santarém faz viagem no tempo até à época das descobertas

Casa do Brasil acolhe durante nove meses a mostra “Modos, Medos e Mitos no tempo de Cabral”, que procura reflectir “um período absolutamente ímpar da civilização”.

Edição de 15.07.2015 | Sociedade
“Modos, Medos e Mitos no tempo de Cabral” é o mote da exposição multifacetada inaugurada na sexta-feira, 10 de Julho, na Casa do Brasil em Santarém e que pode ser vista até 30 de Abril de 2016. Trata-se de um projecto arrojado e que, como disse o comissário da exposição, Luís Mata, durante a cerimónia de inauguração, procura reflectir “um período absolutamente ímpar da civilização”. Uma época a que Santarém está umbilicalmente ligada, pois nela viveu e está sepultado o homem que levou a armada portuguesa até ao Brasil, em 1500, e ajudou a dar novos mundos ao mundo. Aliás, os discursos da praxe foram proferidos na Igreja da Graça, a escassos metros do túmulo de Pedro Álvares Cabral.Ao longo dos vários pisos e salas da Casa do Brasil é evocada a época dos descobrimentos e o seu contexto histórico, da alimentação à ciência, da religião à arte e à geopolítica, através de múltiplas representações artísticas (quadros e esculturas, sobretudo), criações multimédia e objectos ligados à navegação marítima, entre outros.A exposição foi montada por técnicos da autarquia e contou com importantes apoios mecenáticos, como destacaram o presidente da Câmara de Santarém Ricardo Gonçalves e a vereadora da Cultura Susana Pita Soares. E à inauguração não faltou sequer o Secretário de Estado das Comunidades, José Cesário, que se associou ao evento em nome do Governo e recordou o contributo de Cabral para determinar o mundo como hoje o conhecemos e para a união de dois povos, o português e o brasileiro, que subsiste no tempo.
Exposição em Santarém faz viagem no tempo até à época das descobertas

Mais Notícias

    A carregar...