uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Autarca de Tomar indecisa em relação ao apoio a dar aos refugiados da Síria

Edição de 23.09.2015 | Sociedade
Ao contrário do que tem acontecido com outros municípios da região que mostraram disponibilidade imediata para acolher refugiados sírios, a presidente da Câmara de Tomar, Anabela Freitas (PS), disse na última reunião do executivo que vai aguardar pelas decisões da Associação Nacional de Municípios Portugueses e do Governo. A presidente defende que não podem ser as autarquias a decidirem assuntos que são da responsabilidade da União Europeia. “É prematuro falar sobre este assunto”, disse acrescentando que 1 por cento da população do concelho de Tomar não tem uma habitação “condigna” e que aguarda há muito tempo por apoios que “ainda não foi possível dar”, sublinhou.O vereador do movimento Independentes por Tomar (IpT), Pedro Marques, criticou a decisão de Anabela Freitas e afirma que o executivo municipal já se deveria ter reunido para preparar o acolhimento dos refugiados que fogem da guerra na Síria. “Temos que olhar para esta crise humanitária de forma positiva e disponibilizar-nos para ajudar quem mais precisa neste momento. Devíamos estar a preparar-nos para acolher refugiados. Se eu fosse presidente desta câmara municipal já teria reunido com todos, ver que meios temos para podermos dar uma resposta positiva. Por ser uma situação complicada é que tem que ser analisada e não podemos ficar à espera da decisão do Governo e da União Europeia”, destacou.

Mais Notícias

    A carregar...