uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Antiga escola do Salvador transformada em Incubadora d’Artes

Antiga escola do Salvador transformada em Incubadora d’Artes

Projecto da Câmara de Santarém pretende apoiar artistas e criadores do concelho e não só, proporcionando-lhes um espaço com condições para darem corpo às suas ideias.

Edição de 27.01.2016 | Cultura e Lazer
A antiga escola primária do Salvador, em Santarém, encerrada no final do último ano lectivo vai ser transformada num espaço destinado à criação artística, num projecto desenvolvido pelo serviço municipal de cultura e turismo da Câmara de Santarém. O presidente da autarquia, Ricardo Gonçalves (PSD), quer que a Incubadora d’Artes esteja pronta a receber artistas e projectos a partir de Março, depois de algumas obras de adaptação. As candidaturas estarão abertas já em Fevereiro para quem pretender utilizar pontualmente o espaço para dar largas à sua imaginação e veia criativa em áreas como as artes digitais, teatro, cinema, artes plásticas, fotografia, música, moda, joalharia, banda desenhada ou artesanato. As candidaturas, que podem ser feitas também por criadores de fora do concelho, devem ser feitas através de formulário próprio disponibilizado pela autarquia e serão avaliadas por dois técnicos do município e por um elemento externo.Ricardo Gonçalves referiu que o projecto já vinha sendo maturado há algum tempo, tendo surgido a oportunidade de o concretizar com a desactivação da escola do Salvador, que pode agora “albergar todo este movimento artístico que vem fervilhando na cidade e que vai contribuir para a revitalização e desenvolvimento do centro histórico”. Uma convicção que foi também manifestada pelo vereador Luís Farinha.Já a vereadora Susana Pita Soares considera que “Santarém está ‘in’ e fervilha” e há que aproveitar o momento para fazer da Incubadora d’Artes um local para toda essa gente com ideias e projectos inovadores e criativos. Ou seja, um espaço privilegiado de apoio à criação artística e de experimentação apto a funcionar 24 horas por dia durante todo o ano dando resposta ao que os técnicos da autarquia definem, na introdução do projecto, como “um enorme e borbulhante conjunto de práticas em estado de emergência, mas em condições de carência de infraestruturas”.A Incubadora d’Artes vai ter, na fase inicial: uma sala para estúdio de gravação e de ensaios; uma sala para apoio administrativo; uma sala polivalente; uma sala para alojamento colectivo; 4 salas para diversas actividades artísticas que ali possam ser desenvolvidas.
Antiga escola do Salvador transformada em Incubadora d’Artes

Mais Notícias

    A carregar...