uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Junta contra velocidades excessivas dentro da maior urbanização de Alverca
Junta vai propor que só se possa circular a 30 quilómetros por hora dentro da Malvarosa

Junta contra velocidades excessivas dentro da maior urbanização de Alverca

Limite de velocidade dentro da Malvarosa é de 40 km/hora mas a junta quer descer esse limite para 30 km/hora. Objectivo é aumentar a segurança e dissuadir abusos.

Edição de 17.06.2020 | Sociedade

As ruas da Malvarosa em Alverca, a maior urbanização daquela cidade e uma das maiores do concelho, onde vivem mais de 1.600 famílias, vão passar a ter os limites de velocidade reduzidos dos actuais 40 quilómetros por hora (km/h) para 30. O objectivo é aumentar a segurança forçando os automobilistas a circular mais devagar.
A intenção foi anunciada pelo presidente da União de Freguesias de Alverca do Ribatejo e Sobralinho, Carlos Gonçalves (CDU), depois de questionado sobre o assunto por um morador da zona. O regulamento de trânsito da Malvarosa só permite, desde 2010, circular nas suas artérias a 40 km/h mas poucos ou nenhuns condutores respeitam. E, pior do que isso, as autoridades policiais não podem actuar junto dos infractores porque os sinais verticais que proíbem a circulação a velocidades superiores nunca foram colocados pela junta de freguesia nem pela câmara municipal.
“Sabemos que os sinais nunca foram colocados mas é intenção da junta criar em toda a urbanização uma zona de velocidade máxima de 30 km/h. Para tal será necessário rectificar o regulamento de trânsito, o que será feito”, explica Carlos Gonçalves. O executivo está a trabalhar nessa alteração e em breve irá ser convocada a comissão de trânsito para abordar e discutir a aprovação para que a proposta siga para discussão da assembleia de freguesia. Só depois de aprovada deverá seguir para a câmara municipal para entrar em vigor.
Bruno Oliveira, morador daquela urbanização, quis saber na última assembleia de freguesia para quando serão criadas zonas de baixa velocidade e de emissões reduzidas dentro do bairro. A Associação de Moradores da Malvarosa (AMMA), considera a medida pertinente e defende a aplicação de uma “Zona 30” dentro da urbanização, para aumentar as condições de segurança de quem ali circula. Mas avisa que será preciso avaliar a eficácia da medida e continuar a estudar formas de reduzir a velocidade dos automóveis.
Alguns comerciantes, escutados pelo nosso jornal, elogiam a medida e dizem que pode ser uma forma de aumentar a segurança dentro do bairro. “Todos os dias passa aqui gente que pensa que isto é uma auto-estrada para atalhar caminho entre a entrada da cidade e a Nacional 10 que vai para o Forte da Casa”, diz Pedro Nunes, morador, que considera ter sido “um desleixo” nunca terem sido colocados os sinais de limite de velocidade.
Entretanto a junta de freguesia anunciou também a sua intenção de baixar os limites máximos de velocidade na zona histórica da cidade nos próximos meses. Uma ideia do executivo que se soma a outra já noticiada pelo nosso jornal, de privilegiar a circulação pedonal nas zonas mais históricas de Alverca.

Junta contra velocidades excessivas dentro da maior urbanização de Alverca

Mais Notícias

    A carregar...

    Capas

    Assine O MIRANTE e receba o Jornal em casa
    Clique para fazer o pedido