uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Rede móvel em Ourém é deficiente   

A ANACOM analisou o desempenho dos serviços móveis em Ourém e concluiu que há um elevado défice na cobertura deste serviço no concelho. Presidente da entidade reguladora das comunicações diz que não é aceitável que um turista estrangeiro disponha das três operadoras nacionais e um residente só tenha aquela com a qual tem contrato.

Edição de 05.08.2020 | Economia


O serviço de telecomunicações em Ourém revela muitas deficiências em grande parte do território do concelho. A conclusão é da Autoridade Nacional de Comunicações (ANACOM) depois de realizada uma avaliação da cobertura de rede móvel no concelho entre os dias 13 e 16 de Julho. De acordo com o estudo, foram analisadas 1.106 chamadas de voz, 6.767 sessões de dados, 623.981 medições de sinal rádio, tendo sido percorridos 951 quilómetros. Os resultados foram apresentados numa conferência realizada na segunda-feira, 27 de Julho.
O presidente da ANACOM, João Cadete Matos, anunciou algumas novidades que incidem fundamentalmente na implementação da rede 5G em Ourém. O objectivo, diz, passa por elevar a taxa de cobertura para 75% até 2023 e para 90% em 2025. O dirigente sublinha ainda que “não faz sentido que um turista estrangeiro venha a Portugal e disponha das três operadoras nacionais, enquanto um cidadão residente neste concelho só desfrute da operadora com a qual tem contrato”.
A preocupação que o município tem demonstrado com a ineficácia do serviço de comunicações está agora comprovada e segundo Luís Albuquerque, presidente da câmara, a melhoria desta valência tem de ser uma prioridade. “Vamos continuar a sensibilizar os agentes decisores, nomeadamente a ANACOM, e as operadoras presentes no mercado português”, afirma.
O autarca diz ainda que grande parte do desenvolvimento económico do concelho passa por ter boas comunicações e que para se conseguir convencer as pessoas e as empresas a investir tem de se garantir as melhores condições possíveis.

Mais Notícias

    A carregar...