uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Obras à vista na Igreja de Santa Iria da Ribeira de Santarém
Intervenção tem por objectivo travar o assentamento das fundações do templo

Obras à vista na Igreja de Santa Iria da Ribeira de Santarém

Edifício classificado está fechado há mais de duas décadas devido a problemas na estrutura. Empreitada já foi adjudicada e vai custar cerca de 900 mil euros.

Edição de 05.08.2020 | Sociedade

A empreitada de estabilização da Igreja de Santa Iria da Ribeira de Santarém vai custar cerca de 900 mil euros e foi adjudicada à empresa Revivis – Reabilitação, Restauro e Construção Lda., após concurso público. A obra é da responsabilidade do município de Santarém e conta com financiamento da União Europeia em 85%. O edifício pertence à Fábrica da Igreja Paroquial de Santa Iria da Ribeira de Santarém, que não tem meios financeiros para proceder à recuperação do degradado templo, encerrado há mais de duas décadas.
Recorde-se que a Câmara de Santarém, a Diocese de Santarém e a Fábrica da Igreja Paroquial de Santa Iria da Ribeira de Santarém assinaram no dia 30 de Abril de 2018 um protocolo visando a requalificação da igreja. A intervenção, há muito ambicionada, visa eliminar as patologias que ameaçam a integridade do edifício e travar o assentamento das fundações, com o reforço das mesmas. Pretende-se ainda reduzir a vulnerabilidade sísmica do templo.
Entre os trabalhos previstos está a demolição do anexo da sacristia, das instalações sanitárias e do acesso ao retábulo da capela-mor. Reabilitações de tectos, coberturas, pavimentos, abóbadas e cúpulas são outras das muitas obras que a igreja vai receber. O prazo de execução da empreitada é de 300 dias, a partir da consignação da mesma.
A Igreja de Santa Iria, classificada como imóvel de interesse público desde 1978, é um templo de origem medieval que sofreu importantes intervenções nos séculos XVI e XVII. Nas suas imediações passa a movimentada linha ferroviária do Norte, que estará na origem das brechas que foram aparecendo em parte do templo, pondo em causa a sua estabilidade.

Obras à vista na Igreja de Santa Iria da Ribeira de Santarém

Mais Notícias

    A carregar...