uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Partidos pedem explicações ao Governo por esquecer projectos estruturantes 

Plano Nacional de Investimentos 2030 deixa de fora obras há muito faladas, como a conclusão do IC 3 entre Almeirim e Barquinha ou a modernização da Linha do Norte e variante ferroviária a Santarém.

Edição de 02.12.2020 | Política

As estruturas distritais de vários partidos reagiram em tom crítico à versão do Plano Nacional de Investimentos (PNI) 2030 apresentada pelo Governo na semana passada. O PSD expressou a sua indignação, o PCP manifestou repúdio e os socialistas exigem ao Governo que clarifique se projectos há muito falados, como a variante ferroviária a Santarém ou a conclusão do IC3 entre Almeirim e Barquinha, estão fora das prioridades de investimento público para a próxima década.
“A exclusão da modernização da linha ferroviária do Norte da última versão do PNI 2030 é motivo de grande preocupação para a Distrital do PSD de Santarém que condena esta decisão, por colocar em perigo a segurança da infraestrutura (com vários acidentes mortais nos últimos anos) e não promover a coesão territorial”, diz a distrital ‘laranja’.
O PSD diz que “outro erro grosseiro do PNI2030 é a não inclusão da conclusão do IC3. A distrital do PS também foca esses dois pontos, referindo que “não pode deixar de exigir ao Governo a clarificação da situação” relativamente a “algumas infraestruturas que fazem parte do conjunto de compromissos assumidos com a população da região”. É o caso do IC3, apontam, “cuja conclusão é urgente para retirar da EN118, sobretudo na Chamusca, Alpiarça e Almeirim, o grande movimento de veículos pesados que se deslocam para o EcoParque do Relvão, transportando matérias perigosas”.
Já a Direcção da Organização Regional de Santarém (DORSA) do PCP tornou público o seu “profundo repúdio” pela não inclusão no PNI 2030 de obras que considera “absolutamente estruturais e urgentes”. Em causa estão a conclusão do IC3 (entre Atalaia e Almeirim), a construção de novas travessias do Tejo na Chamusca e Constância, a nova travessia do Vale do Sorraia em Coruche, ou a modernização da Linha do Norte entre Vale de Santarém e Entroncamento com a variante em Santarém e a modernização da estação do Entroncamento. Os comunistas garantem que o partido “continuará a bater-se pela construção destas infraestruturas” e vai avançar já com uma iniciativa parlamentar nesse sentido.

Mais Notícias

    A carregar...

    Capas

    Assine O MIRANTE e receba o Jornal em casa
    Clique para fazer o pedido