uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Árvores perigosas no Forte da Casa vão ser abatidas 
Pinheiros doentes vão ser abatidos na Rua António Gedeão, no Forte da Casa

Árvores perigosas no Forte da Casa vão ser abatidas 

Recentemente um ramo em mau estado caiu e causou danos em alguns automóveis.

Edição de 02.12.2020 | Sociedade

Os dois pinheiros existentes na Rua António Gedeão, no Forte da Casa, um deles com uma altura superior a quatro andares, representam riscos para a segurança pública e vão ser abatidos. A novidade foi deixada a O MIRANTE pelo município de Vila Franca de Xira, que realizou análises fitossanitárias às árvores com carácter de urgência depois de um ramo de grandes dimensões ter caído durante a noite e causado estragos em alguns automóveis. Não foram registados danos em moradores, mas há muito que vários residentes lamentam a falta de atenção e poda dada a estas árvores.
“Infelizmente é preciso haver uma tragédia para fazerem aqui alguma coisa. Seria bom que quando tirassem estes dois pinheiros metessem outras árvores que também dessem sombra no Verão, mas que não crescessem tanto”, conta Emanuel Cerqueira, morador nessa rua. O vizinho, António Nunes, confirma que em dias de mau tempo um dos pinheiros abanava tanto que quase parecia ir bater nos prédios. O mau estado das árvores preocupa quem ali vive porque na base de um dos pinheiros há também um banco onde os moradores por vezes se sentam a descansar e conviver.
A queda da pernada de um dos pinheiros ocorreu a 26 de Outubro. A junta de freguesia sinalizou de imediato a situação para os serviços municipais, entidade responsável pela poda e manutenção das árvores no concelho.
No seguimento do alerta, os técnicos do Departamento de Ambiente e Gestão do Espaço Público deslocaram-se ao local, tendo sido constatada a queda de uma pernada principal de um Pinus Halepensis (pinheiro-do-alepo). Nesse mesmo dia, a equipa contratada pela câmara para a realização de podas e abates de árvores no concelho deslocou-se também ao local, tendo assegurado a remoção do material vegetal resultante da queda. “Procedeu-se igualmente à avaliação fitossanitária desta árvore, bem como de outras árvores existentes no mesmo local e verificou-se que o pinheiro cuja pernada caiu ficou com uma ferida bastante profunda ao nível do tronco principal”, explica o município ao nosso jornal.
Em relação às outras árvores existentes na mesma zona, constatou-se que uma delas também apresenta más condições fitossanitárias e, por isso, ambas serão abatidas. O município procedeu também à realização de podas nas restantes árvores envolventes e promete monitorizar a situação.

Árvores perigosas no Forte da Casa vão ser abatidas 

Mais Notícias

    A carregar...

    Capas

    Assine O MIRANTE e receba o Jornal em casa
    Clique para fazer o pedido