uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
“O verde é, cada vez mais, a cor da consciência ambiental e do futuro do Planeta”
Luís Albuquerque - Presidente da Câmara Municipal de Ourém

“O verde é, cada vez mais, a cor da consciência ambiental e do futuro do Planeta”

Luís Albuquerque - Presidente da Câmara Municipal de Ourém.

Edição de 02.12.2020 | Especial Aniversário

O maior problema ambiental é a despreocupação ambiental, generalizada a uma franja considerável da nossa sociedade. É verdade que as taxas de utilização dos ecocentros vão aumentando, mas continuam longe do ideal, assim como a percentagem de famílias que pratica verdadeiramente a reciclagem. São estes pequenos exemplos que nos provam que temos muito caminho pela frente até os conseguirmos resolver.

O município de Ourém está a reforçar a aposta na consciencialização dos munícipes desenvolvendo iniciativas gratuitas nos mais diversos quadrantes, desde a reciclagem à recolha de monos passando pelo reforço de ecopontos e colocação de oleões. Por sabermos que o exemplo tem de vir de cima, colocámos em prática um processo de desmaterialização que já nos permite poupar meio milhão de fotocópias por ano, só no edifício-sede do município.

O município de Ourém concorreu a um aviso relativo a um fundo ambiental através do qual estamos a renovar a frota automóvel. Já procedemos ao abate de duas viaturas e à aquisição de veículos eléctricos. Muito recentemente, adquirimos e colocámos 27 oleões por todo o concelho. Ao mesmo tempo reforçámos o contingente de ecopontos e ilhas ecológicas e promovemos a implementação do primeiro carregador de bateria de carros eléctricos no concelho.

Estamos a construir a Ecovia Fátima-Ortiga e o Passadiço do Agroal. Estamos a projectar uma ecovia entre Ourém e Fátima, outra ligando Alcanena a Fátima e ainda outra entre Batalha e Fátima. Trabalhamos em prol de uma mobilidade suave e sustentada na defesa do meio ambiente, precisamente por entendermos que defender o meio ambiente é defender os nossos filhos, os nossos netos e o próprio Planeta.

O objectivo da União Europeia de reduzir o uso de pesticidas para metade em dez anos e ter 25% das terras agrícolas sob produção biológica pode parecer uma meta modesta mas não o é. Talvez haja forma de acelerar este objectivo reduzindo o espaço temporal e aumentando a percentagem de terras abrangidas. Mas não sou especialista na área e confio muito no trabalho desenvolvido pela União Europeia.

A preocupação ambiental é um tema que me diz muito não só enquanto autarca mas, sobretudo, enquanto pai. Dos conselhos como fechar a água quando tomo banho, separar lixos para reciclagem, comprar electrodomésticos de baixo consumo e circular de carro a baixa velocidade, devo dizer que sigo quase todos eles no meu seio familiar. Não tenho carro eléctrico, mas não coloco de parte a possibilidade de vir a ter no futuro. Por agora, vou reforçando a preocupação de reduzir a pegada ecológica da minha família ao máximo.

O verde é tradicionalmente a cor da esperança, mas os estímulos gráficos que vamos recebendo já nos vão fazendo associar a cor verde à ecologia e ao meio ambiente. O verde é, cada vez mais, a cor da consciencialização ambiental e do futuro do Planeta.

“O verde é, cada vez mais, a cor da consciência ambiental e do futuro do Planeta”

Mais Notícias

    A carregar...

    Capas

    Assine O MIRANTE e receba o Jornal em casa
    Clique para fazer o pedido