uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Santarém quer comemorações nacionais dos 50 anos do 25 de Abril
Presidente da Câmara de Santarém, Ricardo Gonçalves, quer que as comemorações dos 50 anos do 25 de Abril sejam na cidade

Santarém quer comemorações nacionais dos 50 anos do 25 de Abril

Intenção já foi manifestada à Presidência da República, a quem foi pedido o alto patrocínio das celebrações. Concurso para projecto do Museu de Abril e dos Valores Universais deve ser lançado em Maio.

Edição de 23.07.2021 | Sociedade

A Câmara de Santarém quer que as comemorações nacionais dos 50 anos do 25 de Abril, em 2024, sejam realizadas na cidade de onde saiu a coluna de Salgueiro Maia para ajudar a derrubar o antigo regime. A intenção já não é nova mas foi reforçada pelo presidente do município, Ricardo Gonçalves (PSD), durante as celebrações deste ano da Revolução dos Cravos, no Jardim dos Cravos, junto à estátua de Salgueiro Maia.

O autarca disse que escreveu ao Presidente da República pedindo o alto patrocínio das comemorações do cinquentenário da revolução em Santarém, numa altura em que já espera ter concretizado o Museu de Abril e dos Valores Universais (MAVU), inspirado na Revolução dos Cravos e que vai ser instalado no antigo quartel da Escola Prática de Cavalaria.

O concurso público para elaboração do projecto do MAVU deve ser lançado em Maio, em consonância com a Ordem dos Arquitectos e a Direcção-Geral do Património Cultural, tendo Ricardo Gonçalves criticado no seu discurso as vozes que nunca acreditaram no projecto e outros que esperam que nunca se concretize.

“Santarém quer celebrar com relevo os 50 anos do 25 de Abril e ser a sede das comemorações nacionais com uma programação especialmente criada para o efeito”, disse o autarca perante cerca de meia centena de pessoas que assistiram à cerimónia, que foi antecedida por chuva intensa e trovoada.

Durante a sessão, que durou cerca de meia hora, discursaram ainda o coronel Santos Silva, da Associação Salgueiro Maia, João Madeira Lopes, da associação para as comemorações do 25 de Abril, o coronel Garcia Correia, da Associação 25 de Abril, e Joaquim Neto, presidente da Assembleia Municipal de Santarém. Presentes estiveram também Natércia Maia, viúva de Salgueiro Maia, e a neta Daniela, o presidente da União de Freguesias de Santarém, Carlos Marçal, e ainda outros autarcas de vários quadrantes políticos. Como habitualmente, foram depositadas flores junto à estátua de Salgueiro Maia e no final cantou-se o “Grândola Vila Morena”.

Santarém quer comemorações nacionais dos 50 anos do 25 de Abril

Mais Notícias

    A carregar...

    Capas

    Assine O MIRANTE e receba o Jornal em casa
    Clique para fazer o pedido