uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
“Há uma coisa que os homens nunca poderão valorizar que é a dádiva de dar à luz”
Teresa Rosário

“Há uma coisa que os homens nunca poderão valorizar que é a dádiva de dar à luz”

Teresa Rosário, administrativa na empresa Ribatubos, Santarém. Há 19 anos que o sector profissional da empresa da Família (Ribatubos) leva Teresa Rosário a lidar, no seu dia a dia, maioritariamente com homens. Este facto nunca lhe causou constrangimentos nem embaraços pois para Teresa o que conta não é o género, mas a competência. Lamenta, que em certos sectores de atividade, onde as mulheres valem tanto como os homens, continue a existir discriminação salarial.

Edição de 17.11.2016 | Aniversário

Não há qualquer razão para manter as mulheres afastadas de lugares de chefia só por serem mulheres. Essa é a opinião de Teresa Rosário da empresa Ribatubos - Tubagens e Acessórios com sede em Santarém. A administrativa e filha do proprietário da empresa, Joaquim R. Luís, diz que o que conta é a competência e em matéria de competência as mulheres têm vindo a mostrar que conseguem ser tão ou mais competentes que os homens, seja em que sector for.
Para sustentar o que diz chama a atenção para a educação ou a saúde onde as mulheres já atingiram a igualdade com os homens e refere outros sectores onde isso também já aconteceu, embora se mantenha uma injustificável diferenciação salarial.
A Ribatubos é uma empresa familiar que resultou de um projeto lançado junto com o seu pai , na sequência de insolvência da empresa onde eles trabalhavam. Teresa Rosário pode apresentar no seu currículo o facto de ter participado no arranque e consolidação do projecto ao longo dos últimos 19 anos. Durante esse tempo, o facto de ser mulher nunca representou qualquer entrave nem provocou qualquer constrangimento, apesar da maioria dos clientes serem homens, ela sempre gostou de ser mulher. Embora procure ter como ponto de comparação entre homens e mulheres as capacidades e competências, Teresa Rosário diz que, de certa forma, os homens acabam por estar em desvantagem, pelo menos em termos biológicos, uma vez que não conseguem gerar uma nova vida. “Os homens jamais poderão valorizar a dádiva de dar à luz”, refere. No entanto, concede-lhes um ponto a favor. “Acho que, de um modo geral, eles lidam melhor com as adversidades. Nós mulheres somos mais complexas”, declara.
Quando recebe elogios ou é alvo de atenções Teresa Rosário parte sempre do princípio que está perante sinais de consideração e de reconhecimento e não apenas de gestos de simpatia ou de cavalheirismo.
Em relação a educar filhos ou filhas diz que o essencial é incutir-lhes valores como respeito, honestidade, dignidade. Nos tempos livres gosta de estar com a família, sair com os amigos ou de passear. Gosta de touradas e costuma assistir porque tem sangue ribatejano e também gosta de ver futebol quando joga o Benfica, seja no estádio ou na televisão. Leitura só se for nas férias e de preferência algo romântico.

“Há uma coisa que os homens nunca poderão valorizar que é a dádiva de dar à luz”

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...