uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Combate ao desperdício de água é prioridade para os SMAS de Vila Franca de Xira
encontro. Da esquerda para a direita: Alberto Mesquita, Carlos Martins e António Oliveira

Combate ao desperdício de água é prioridade para os SMAS de Vila Franca de Xira

Redução das perdas de água foi tema de conferência que juntou especialistas da área. As perdas de água são um problema nacional que custa 235 milhões de euros à economia e pouco está a ser feito para o resolver, diz quem trabalha no ramo. Em Vila Franca de Xira o assunto é assumido como uma prioridade.

Edição de 29.03.2017 | Economia

O trabalho feito pelos Serviços Municipalizados de Água e Saneamento (SMAS) de Vila Franca de Xira é “um exemplo nacional” nos municípios que se preocupam com as perdas de água e o real impacto que estas têm no ambiente e na economia. A ideia foi defendida numa conferência realizada sobre o tema das perdas de água na Fábrica das Palavras na tarde de 22 de Março, Dia Mundial da Água.
Todos os anos os SMAS de Vila Franca de Xira têm investido no combate às perdas de água, monitorizando caudais nocturnos, consumos fantasma, ligações fraudulentas e identificando possíveis rupturas e fugas na rede. Investimentos avultados que, a longo prazo, acabam por beneficiar o ambiente e os clientes, já que quanto menos água for desperdiçada mais barata será a factura.
Em Vila Franca de Xira os serviços registam perdas de água na casa dos 18 por cento, valor bem abaixo da média nacional de 30 por cento de perdas e uma das mais baixas da Área Metropolitana de Lisboa. “O que vemos aqui em Vila Franca de Xira infelizmente não é a realidade nacional, essa realidade está muito longe do que aqui se faz”, lamenta António Oliveira, presidente do conselho de administração dos SMAS.
Actualmente, um metro cúbico de água custa em Vila Franca de Xira menos dinheiro que uma garrafa de água de 33 centilitros vendida num supermercado. “Esse é o problema com que nos confrontamos hoje. Para muitos o mundo da água é apenas um negócio que envolve muitos milhões de euros”, lamenta o responsável.

Um problema do país e do poder político
A conferência contou com a presença, entre outros, do secretário de Estado do Ambiente, Carlos Martins, que lembrou que as perdas acontecem muitas vezes dentro de casa e que, por isso, também falta muita educação ambiental nos cidadãos. “Os SMAS de Vila Franca de Xira estão entre os primeiros do país na eficiência e na aposta no combate às perdas, sendo uma entidade social que presta um bom serviço, tem tarifas adequadas e uma equipa motivada”, elogiou.
Joaquim Poças Martins, secretário geral do Conselho Nacional da Água, lamentou que as perdas de água sejam “um problema do país e do poder político” e que quando há câmaras a perder 80 por cento da água, isso signifique que “alguém está a pagar essa factura”. O responsável lembrou também “o imperativo de justiça” que é todos pagarem a conta da água a tempo e horas e de não se cortar o abastecimento a quem está numa situação de carência económica e social.
José Manuel Sardinha, presidente do conselho de administração da Empresa Pública de Águas Livres (EPAL), concordou e lamentou que a maioria do país “ainda nem sequer saiba onde passam as suas condutas de água”, o que torna o combate às perdas ainda mais complicado. Já João Nuno Mendes, presidente da Águas de Portugal, defendeu uma “convergência tarifária” entre os municípios que permita acabar com as discrepâncias de preços actualmente existentes entre diferentes concelhos.

Nova aplicação aproxima SMAS e clientes

Chama-se “MyAqua” e é uma nova aplicação para smartphones e tablets que pretende aproximar os clientes e os serviços dos SMAS de Vila Franca de Xira. Foi apresentado no dia 22 de Março e está disponível para as três grandes plataformas portáteis - iOS, Android e Windows Phone. O seu download é gratuito e a aplicação permite, entre outras funcionalidades, consultar o histórico de consumos, facturação e reportar problemas no abastecimento ou rupturas no espaço público. É, no fundo, um balcão virtual ao serviço dos clientes. Na ocasião foram também inauguradas duas novas viaturas de inspecção de redes.

Combate ao desperdício de água é prioridade para os SMAS de Vila Franca de Xira

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...