uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Marchas populares animam a Carregueira

Marchas populares animam a Carregueira

Iniciativa envolveu a comunidade e contou com a participação de quatro grupos

Edição de 28.06.2017 | Cultura e Lazer

As marchas populares saíram à rua na Carregueira, freguesia da Chamusca. Crianças a irem para a escolas, o casamento de um casal apaixonado e vendedeiras de fruta foram alguns dos quadros retratados no espectáculo da noite de sábado, 24 de Junho. Este ano, uma das novidades foi a “Marcha da Freguesia”.
A iniciativa começou a ser preparada em finais de Janeiro. As músicas e as letras foram da responsabilidade das associações e a organização envolveu cerca de três centenas de pessoas entre marchantes, coreógrafos, músicos e costureiras. Esta foi a segunda edição das marchas populares que o ano passado foram reactivadas por iniciativa da junta de freguesia depois de uma paragem de dez anos.
Para Joel Marques, para além da cor e do movimento, as marchas proporcionam um sentimento de partilha na comunidade, ocupam de forma saudável os tempos livres dos jovens, despertam uma competitividade salutar entre associações e estimulam o espírito de fraternidade e solidariedade entre os envolvidos.
Apesar de todos os grupos levarem um prémio simbólico, no final não houve nenhum grupo vencedor, pois o objectivo é “mostrar orgulho em ser carregueirense e arripiadense”, afirmou o autarca.

Marchas para todos os gostos
A Universidade Sénior da Carregueira (USC) apresentou a marcha “Eco Freguesia”, composta por dez pares, cinco arcos, dois padrinhos, um porta-estandarte, uma cantadeira, dois aguadeiros e onze mascotes.
“Memórias da Nossa Gente” foi o tema da marcha apresentada pela União Cultural e Desportiva Arripiadense, com 48 marchantes, um porta-estandarte, dois padrinhos, dois cantares e quatro mascotes.
Os elementos da marcha “O Amor”, do Rancho Folclórico Etnográfico e Infantil da Carregueira, apresentaram-se com traje com vários corações, símbolo do amor. A marcha foi composta por 31 marchantes, dois padrinhos, duas mascotes, um porta-estandarte e três cantores.
“As Vendedeiras da Carregueira”, marcha apresentada pelo Associação Danças e Cantares “Os Camponeses” da Carregueira, pretendeu homenagear as vendedeiras do mercado. Apresentou-se com 41 marchantes, um porta-estandarte e cinco mascotes. Os arcos simbolizavam as bancas da praça.

Marchas populares animam a Carregueira

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...