uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Controlar a diabetes é como “lavar os dentes todos dias”
empenho. Equipa está a treinar há 3 meses para ir representar as cores nacionais

Controlar a diabetes é como “lavar os dentes todos dias”

Selecção que vai participar no Campeonato Europeu de Futsal para Pessoas com Diabetes. Grupo integra alguns elementos da região, como o treinador Bruno Fuzeiro, e esteve recentemente em estágio em Santarém. Um grupo que treina sem limitações e que está tão à vontade a dominar a bola como a enfrentar a doença.

Edição de 28.06.2017 | Desporto

E porque não criar uma equipa de futsal portuguesa composta por jogadores com diabetes que possa participar no Campeonato Europeu de Futsal para Pessoas com Diabetes? Foi assim que surgiu o projecto DiabPT United, uma equipa de futsal que conta já com quase 30 elementos pertencentes ao Núcleo Jovem da Associação Protectora dos Diabéticos de Portugal (NJA) e à Associação de Jovens Diabéticos de Portugal (AJDP) e que irá participar, pela quinta vez consecutiva, no DiaEuro 2017, um campeonato internacional dedicado às pessoas com diabetes que este ano decorrerá de 16 a 23 de Julho em Bucareste, na Roménia.
Partilha, trabalho em equipa e a boa disposição são os adjectivos que melhor qualificam esta equipa portuguesa de futsal que tem jogadores de Santarém, de Águeda, do Porto, Mirandela, Peniche, Lisboa, Évora, Viana do Alentejo e de Loulé e em que o jogador mais novo tem 19 anos e o membro mais velho tem 48 anos. Recentemente estagiou em Santarém, a preparar a competição.
Jorge Vieira, de 29 anos, natural de Alcanede (concelho de Santarém), é diabético desde os cinco anos e não tem dúvidas em afirmar que a diabetes nunca foi uma limitação para ele. Não sabe se vai ser um dos convocados para ir ao campeonato europeu e representar as cores das quinas, mas a vontade é muita de ir representar o país e demonstrar que a diabetes “não nos impede de nada nesta vida”. A trabalhar em Rio Maior e a residir em Alcanede, Jorge conta que todos os domingos o seu ritual matinal é sempre o mesmo, levantando-se às sete horas da manhã para ir treinar com os seus colegas no Seixal, distrito de Setúbal.
Jorge confessa que tem cuidados pessoais em relação à alimentação porque, diz, “lá em casa fazem todos uma vida normal”. O pré-convocado para a equipa DiabPT United admite que todos devíamos ter cuidados com alimentação, não só as pessoas com diabetes. “Eu só tenho de ter mais alguns e evito certos alimentos como a Coca-Cola”, afirma. Apesar de já ter conhecimento deste projecto, Jorge Vieira só este ano decidiu participar no treino aberto em que o treinador escolheu os pré-convocados para o estágio de preparação e decidir os 10 jogadores que leva ao DiaEuro 2017.

Treinos sem limitações
Bruno Fuzeiro, de 43 anos, natural de Azambuja e a residir em Santarém, é a primeira vez que treina esta equipa. Bruno, para além de trabalhar como consultor informático de uma empresa suíça, em Lisboa, já treinou os sub 20 do Sport Lisboa e Benfica e foi treinador de duas equipas do concelho de Santarém, os Caixeiros e o Achete. Quando questionado se a diabetes é inibidora da prática desportiva, o treinador não tem dúvidas em dizer que estes jogadores não têm limitação alguma. A única diferença, acrescenta, é que têm de ter cuidados especiais e controlar a doença, o que já fazem naturalmente no seu dia-a-dia.
“Nos treinos nunca tivemos problema nenhum, é tudo perfeitamente normal e faço exactamente os mesmos treinos que fazia com as outras equipas que treinei”, conta. Relativamente às expectativas, Bruno refere que “são as melhores”, apesar de admitir que não é fácil, pois “estamos a treinar há três meses uma vez por semana e é muito pouco tempo de treino”, mas, confessa, “vamos lutar para sermos campeões”.
“Antes de irmos de viagem, a primeira coisa que vou saber é o doce típico daquele país”, confessa Jenifer Duarte, vice-presidente da Associação de Jovens Diabéticos de Portugal (AJDP) e diabética desde os 11 anos. Para ela, controlar os diabetes é tão normal como “lavar os dentes todos dias”. Com a função de “manager” da equipa há dois anos, diz que os o objectivo deste projecto é claro: mostrar que a diabetes não limita uma vida normal e a prática desportiva é importante para todos, especialmente para os diabéticos. Jenifer refere que é essencialmente a indústria farmacêutica que patrocina este projecto, mas também algumas câmaras municipais, dão o seu contibuto cedendo espaços para realizar os treinos e estágios.

Controlar a diabetes é como “lavar os dentes todos dias”

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...