uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Fonfoneiro Serafim das Neves

Edição de 10.08.2017 | Emails do Outro Mundo

O presidente da Câmara Municipal de Ourém, Paulo Fonseca (PS), desatou a alcatroar carreiros de cabras na União de Freguesias de Freixianda, Ribeira do Fárrio e Formigais. Os elementos do executivo da junta dizem que é vingança por eles irem concorrer pelo PDS/CDS-PP em vez de se voltarem a recandidatar pelo PS mas eu não acredito. Na minha opinião o alcatroador socialista luta pelo bem estar dos rebanhos para ver se rouba votos ao PAN (Pessoas Animais e Natureza).
A menos de dois meses das eleições autárquicas já começaram as queixas e as queixinhas relativas a destruição de propaganda, favorecimento de candidaturas e outras coisas do género. Eu adoro este tipo de esquizofrenia dos candidatos. Ver tantos e tantos adultos, alguns dos quais inteligentes a esgadanharem-se verbalmente por dá cá aquela palha é o que me faz acreditar naquela teoria de que há sempre uma criança dentro de cada um de nós.
Há quatro anos, aqui pela região, a abstenção foi superior a 47 por cento e os votos brancos e nulos quase chegaram a dez por cento. Com um bocadinho de esforço e meia dúzia de boas peixeiradas acredito que é possível fazer crescer estes números. Há uns anos só havia abstenções assim nas eleições europeias o que significa que a nossa democracia está cada vez mais próxima dos padrões internacionais.
Li há dias que, na análise de um recurso de uma cidadã de Tomar, o Tribunal da Relação de Évora considerou que não era ofensivo dizer de alguém, que pertence a uma seita diabólica e que está possuído pelo demónio. Perante isto a minha única dúvida é saber porque é que tal assunto chegou à Relação? Mas será que alguém se pode sentir ofendido por lhe dizerem que está possuído pelo demónio ou que pertence a uma seita diabólica?
Os milhões de portugueses que urraram como possessos quando o Éder marcou o golo que nos deu o campeonato da Europa não são prova mais que suficiente de que qualquer cidadão, em qualquer momento da sua vida, pode pertencer a uma seita diabólica e estar possuído pelo Demo?! E assim se gasta tempo e dinheiro e se entope a Justiça com ninharias.
Dois bombeiros do Golegã andaram aos apertões e aos empurrões no quartel. Provavelmente estavam a preparar-se para lutar contra fogos lutando um contra o outro mas pelo que li ficaram dispensados de ir para os incêndios nos tempos mais próximos. Eu sou a favor de recompensar quem se aplica a fundos nos treinos mas acho que os prémios deviam ser dados noutra altura. Não podiam, dar-lhes a dispensa lá para o Natal, por exemplo? É que agora fazem muita falta, caraças!
Não sei se leste aquela história do enfermeiro que deixou a enfermagem para ir para padre. Eu emociono-me sempre com estes seres que são chamados por Deus e que lhe obedecem como eu obedecia ao sargento quando estive na tropa e ele dizia, toca a marchar ou direita volver. Neste caso a transição não foi muito violenta porque ele apenas deixou de tratar de feridas para ir remendar almas. E o que há por aí mais são almas a precisar de tratamento.
Um dos nossos antigos fornecedores de disparates, o ex-presidente da Câmara de Torres Novas, António Rodrigues, voltou ao activo em grande forma para acusar o seu ex-vice presidente durante vinte anos, que é agora presidente e que se vai recandidatar, de deixar voar para os concelhos vizinhos bandos de fundos comunitários que deveriam ter poisado em Torres Novas. Como o que tem passado pelos céus da região têm sido apenas andorinhas, rolas, pombos e melros, uma vez que fundos comunitários nem vê-los, é caso para dizer que, em matéria de visões, o nosso homem pede meças à falecida Santa da Meia Via. Será que ainda são parentes afastados?
Saudações Espíritas
Manuel Serra d’Aire

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...