uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Festival Nacional de Gastronomia dedicado ao “pão nosso de cada dia”

Festival Nacional de Gastronomia dedicado ao “pão nosso de cada dia”

Iniciativa vai decorrer de 19 a 29 de Outubro na Casa do Campino, em Santarém. Bar de vinhos e pão quente são novidades.

Edição de 04.10.2017 | Sociedade

Uma padaria de onde vai sair pão várias vezes ao dia e um bar de vinhos onde se poderão degustar vinhos e petiscos de todo o país são algumas das novidades do 39.º Festival Nacional de Gastronomia que regressa a Santarém de 19 de Outubro a 29 de Outubro, desta vez dedicado ao “pão nosso de cada dia”.
Mantendo o formato mais reduzido iniciado há três anos - 12 dias ao invés dos 17 - o evento organizado pela empresa municipal Viver Santarém e pela Entidade Regional de Turismo Alentejo e Ribatejo conta com a parceria da Secretaria de Estado da Agricutura e Alimentação para uma programação diária dedicada à enorme multiplicidade de pão que se faz no país, desde os mais tradicionais aos mais inovadores e de produtos derivados do pão, trazidos pelos onze municípios convidados.
Segundo o vereador do município, Luís Farinha, o objectivo é que em cada dia do festival esteja a sair nessas padarias um pão diferente consoante o município que está em destaque. “Nós resgatámos as pombinhas para o dia de Santarém e para o dia de Almeirim as caralhotas”, exemplifica. Haverá ainda na padaria ‘workshops’ que permitirão a miúdos e graúdos pôr a mão na massa.
No total, nas antigas cavalariças da Casa do Campino vão estar 12 tasquinhas tradicionais e quatro tasquinhas de petisco e, nos claustros, o restaurante “Lucky 13” em que cada dia terá um chefe diferente. O certame contará ainda com uma mostra de doçaria conventual e um mercado de produtos típicos de todo o país. Na edição deste ano do festival, ao pão juntam-se, nos dias temáticos, degustações enogastronómicas, demonstrações de cozinha, ‘workshops’, cursos e provas de vinho.
Outra das novidades deste ano é o facto de participarem mais chefs mulheres no restaurante ”Lucky 13” e de os 16 chefes que vão confeccionar os jantares temáticos serem não só de Santarém mas de todo o país. Um dos chefes convidados já confirmado é David Costa, proprietário do restaurante “Adega”, em San José, na Califórnia (Estados Unidos da América), e que foi distinguido este ano no guia de São Francisco para 2017 com uma estrela Michelin.
O restaurante “Lucky 13”, que já vai na sua terceira edição, procura ser um espaço que apresenta uma cozinha contemporânea, desafiando a matriz do certame. A apresentação do festival decorreu na Fundação Passos Canavarro, servida pelo chef escalabitano Rodrigo Castelo, o primeiro convidado para representar Santarém no restaurante “Lucky 13”.
Para o presidente da câmara, Ricardo Gonçalves, o Festival de Gastronomia tem de ser diferenciador em relação aos outros festivais apostanto, sobretudo, nos jovens chefes e na gastronomia de vanguarda. O objectivo, diz, é “colocar Santarém na moda no que diz respeito à gastronomia”.

Festival aposta nos jovens

Nos dias 24 e 25 de Outubro, o Festival Nacional de Gastronomia volta a acolher a final nacional do concurso “Jovem Talento da Gastronomia”, com 42 finalistas a disputarem o primeiro lugar em sete categorias a concurso. No dia 25 acontece também o fórum “Que Gastronomia para o Futuro de Portugal”. Neste dia celebra-se o Dia do Estudante de Gastronomia.

Festival Nacional de Gastronomia dedicado ao “pão nosso de cada dia”

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...

    Capas

    Assine O MIRANTE e receba o Jornal em casa
    Clique para fazer o pedido