uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Supressão de mesas de voto perturbou eleições na Póvoa e Forte da Casa

Supressão de mesas de voto perturbou eleições na Póvoa e Forte da Casa

Número de mesas na união de freguesias foi reorganizado e por isso houve menos cinco mesas de voto disponíveis face a 2013. Precisamente quando o número de eleitores inscritos aumentou.

Edição de 04.10.2017 | Sociedade

Foi um domingo de espera para os eleitores que quiseram votar na União de Freguesias da Póvoa de Santa Iria e Forte da Casa, no concelho de Vila Franca de Xira. Tudo porque a reorganização das mesas de voto realizada este ano ditou que das 34 que houve há quatro anos se passasse para 29 este ano, num total de menos cinco mesas de voto. Isto num sufrágio em que estavam inscritos mais 487 eleitores do que nas últimas autárquicas.
Este ano a Comissão Nacional de Eleições determinou que as mesas de voto podem ter até 1500 eleitores cada. Por isso, a maioria dos partidos concorrentes àquela união de freguesias aprovou por maioria – com a oposição do movimento independente Póvoa + Forte – a reorganização das mesas. Várias mesas que tinham 300 ou menos eleitores foram agregadas a outras mesas. Esse aumento de eleitores por mesa gerou filas em alguns locais e a espera para votar chegou a durar meia hora em algumas secções de voto. Outros eleitores acabaram por não saber em que mesa foram colocados.
As filas e o elevado tempo de espera fizeram com que alguns eleitores desistissem de exercer o seu direito de voto. Em algumas mesas, sobretudo no Forte da Casa, a situação também gerou algum descontentamento e ao longo da manhã chegou mesmo a registar-se uma altercação entre munícipes e elementos das mesas de voto, com ameaças de pancadaria.
Ao final da manhã de domingo o presidente daquela união de freguesias, Jorge Ribeiro (PS), assegurou a O MIRANTE que o acto eleitoral corria “com normalidade” excepto em alguns locais onde disse haver “desestabilização” por parte de “elementos de algumas candidaturas”.

Supressão de mesas de voto perturbou eleições na Póvoa e Forte da Casa

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...

    Capas

    Assine O MIRANTE e receba o Jornal em casa
    Clique para fazer o pedido