uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Uma observação sobre as várias formas de tratar a tradição

Edição de 02.11.2017 | O MIRANTE dos Leitores

Não sou grande apreciador dos ranchos folclóricos nacionais. A minha falta de entusiasmo reside no facto de insistirem em fixar-se num determinado período da história da nossa etnografia e congelar aí tudo, apresentando isso como a pureza e o respeito pela tradição. Lembro que muito do nosso cancioneiro tradicional, por exemplo, nunca seria conhecido e divulgado se não tivesse havido quem, respeitando as suas raízes, o fizesse evoluir. Dou o exemplo das recolhas feitas por pessoas como o italiano Giacometti. Ninguém as ouve no original mas há muita gente que gosta de ouvir trabalhos feitos a partir delas ou inspirados nelas, de músicos como José Afonso, Brigada Victor Jara, Fausto Bordalo Dias, e muitos, muitos outros. Já assisti a actuações de grupos folclóricos estrangeiros que vieram à região, nomeadamente a Santarém, e gostei muito da forma como conseguiram ligar a modernidade com as tradições das suas regiões, tanto a nível de dança, canto e trajes. Desejava que os nossos “folcloristas” não fossem tão rígidos.

Daniel Pereira Poças

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...