uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Esgotos de habitação continuam a correr para a via pública em Aveiras de Cima

Situação tem causado problemas entre vizinhos e Câmara de Azambuja diz que o problema vai ser resolvido esta semana.

Edição de 21.02.2018 | Sociedade

A rotura numa conduta de esgotos que causa escorrências para a via pública na Rua da Ameixoeira, em Aveiras de Cima, ainda não foi solucionada. A situação tem motivado desavenças entre vizinhos e tanto a Câmara de Azambuja como a empresa Águas de Azambuja já estiveram no local e verificaram que o derrame de esgotos não é causado por nenhum constrangimento de responsabilidade pública, mas sim por um problema estrutural de uma casa. Face à posição intransigente do proprietário da habitação que está na origem da situação, uma técnica de saúde ambiental visitou o local mas de nada serviu para alterar a atitude do proprietário, que se recusa a fazer obras.
José Manuel Pratas, um dos vizinhos da casa que está na origem do problema, tem assistido a várias discussões por causa dos maus cheiros provocados pela água dos esgotos expelida para a rua. Na reunião de câmara do dia 14 de Fevereiro voltou a alertar para uma rápida intervenção uma vez que as discussões têm sido frequentes e as ameaças entre vizinhos são cada vez mais agressivas.
O MIRANTE falou com Silvino Lúcio, vereador da Câmara Municipal de Azambuja, responsável pelo pelouro da Água e Saneamento, que esclareceu que o problema vai ser resolvido a todo o custo. “Já falámos com o proprietário e já lhe explicámos que não se pode largar este tipo de detritos na via pública. Estamos disponíveis para o ajudar a resolver a situação e é isso que vamos fazer”. O autarca explicou que durante esta semana a calçada vai ser aberta e com recurso a uma câmera será identificada a ruptura para que seja finalmente reparada a fuga.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...