uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Pista do Montijo pode receber voos civis em 2022 se o Governo quiser

Director do aeroporto de Lisboa diz que a responsabilidade da ANA está cumprida em termos de apresentação dos projectos necessários.

Edição de 14.06.2018 | Economia

O director do aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, João Nunes, afirmou na terça-feira, 12 de Junho, que a infraestrutura do Montijo poderá estar a receber voos civis em 2022, desde que haja uma “decisão favorável” dentro do calendário elaborado.
“Acreditamos que há todas as condições, neste momento, para que se houver, dentro do horizonte temporal estabelecido, uma decisão favorável, estamos preparados para que tenhamos operações civis no Montijo já em 2022”, afirmou o responsável, indicando que deverá haver uma posição final no segundo semestre.
O director garantiu que a responsabilidade da ANA, gestora dos aeroportos, está cumprida em termos de apresentação de projectos necessários. “Havia algumas matérias pendentes, que tinham a ver com estudos ambientais, que também já estão entregues. Nós consideramos que estão reunidas todas as condições e o Governo terá todos os elementos necessários à tomada de decisão, que é importante que ela seja tomada efectivamente, rapidamente”, considerou.
As respostas aos jornalistas foram dadas depois da apresentação da nova área de ‘check-in’ do aeroporto de Lisboa, um investimento de 11 milhões de euros. A nova área é composta por quiosques e balcões de utilização automática em formato de ‘self-service’. Esta nova área surge quando o aeroporto de Lisboa, mais do que duplicou em termos de número de passageiros processados, que subiram de 13 milhões em 2008 para 26,7 milhões em 2017.
O Montijo poderá registar 24 movimentos por hora e assim poderá haver uma espécie de “aeroporto com duas pistas separadas, no meio, por um rio”, já que a “pista no Montijo, se esta solução avançar, é praticamente paralela à de Lisboa”.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...

    Capas

    Assine O MIRANTE e receba o Jornal em casa
    Clique para fazer o pedido

    Destaques