uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Aboborado Serafim das Neves

Edição de 07.09.2018 | Emails do Outro Mundo


Há anos que o meu sogro evita sair de casa e diz que é por causa da próstata. Eu sempre achei que aquilo era uma desculpa para não ter que me pagar umas cervejas ou um almoço ou outro mas agora que li aquela história do senhor da aldeia da Raposa, Almeirim, que urinou no autocarro da junta de freguesia porque o motorista não parou para ele se aliviar contra um pneu do veículo, é que percebi que ele não me quer estragar os estofos do carro com uma involuntária regadela ácida por eu não conseguir parar o carro a tempo de ele esvaziar a bexiga.
Além disso também não deve querer aparecer nas redes sociais como aconteceu ao tal cidadão da Raposa, cujo feito de lesa autocarro foi colocado no Instagram pela presidente da junta que, aparentemente, não tem problemas de próstata.
A história da mijadela já era conhecida na aldeia porque aquilo é um meio pequeno. Agora é conhecida no Mundo e o Instagram da junta tem visualizações e partilhas (repost ou regram) que nunca mais acabam o que dá muita publicidade à terra e vai servir para aumentar o turismo, atraindo visitantes da China, do Japão e de outras latitudes, que vão querer fazer selfies com o herói das regas naturais e eventualmente com ele e com a presidente da junta.
Infelizmente o meu carro nunca atrairá mais ninguém para além dos elementos da Brigada de Trânsito que já atrai com frequência, mesmo que seja regado duas ou três vezes ao dia pelo meu sogro.
A Câmara de Salvaterra de Magos não consegue alugar o edifício que construiu na Barragem de Magos, que pode ser usado para bar, restaurante, café, etc, etc. Pediu duzentos euros por mês e não houve interessados. Agora baixou a renda para cem euritos mas também não deverá ter sorte.
Acontecendo isto numa altura em que o turismo está em alta e as rendas de espaços daqueles estão pela hora da morte em Lisboa, fico espantado. Porque será que há tantos ceguetas na área turística? Será que ninguém é capaz de perceber que uma barragem de Magos, por exemplo, é a barragem mais bela do mundo?
E não falo só de Salvaterra de Magos. Edifícios feitos para alojar restaurantes, quiosques, pastelarias e coisas assim, foram semeados pelas câmaras municipais, a esmo, por todo a nossa linda região e não há ninguém que os queira, nem de borla? Será por causa disto que Redol escreveu Barranco de Cegos e Saramago o Ensaio Sobre a Cegueira? Já não digo nada!!!!
O que nos vale é que aqueles belos edifícios nunca ficarão desocupados porque, tal como aconteceu às antigas escolas primárias, irão ser cedidos para sedes de ranchos folclóricos e de casas do Benfica ou do Sporting.
A Câmara de Santarém vai remodelar o mercado municipal. A Câmara da Chamusca e a do Entroncamento também andam a fazer obras nos mercados. Os super e hiper-mercados é melhor porem-se a andar antes que seja tarde. Assim que abrirem os novos e remodelados mercados vai tudo a correr para lá fazer compras. Vão ser enchentes de alto lá com elas. O bom povo sabe o que é a tradição. Respeita a tradição. Defende a tradição. Comprar em hiper-mercados e centros comerciais faz mal à pele e pode provocar doenças tropicais como a febre da piranha.
As senhoras câmaras já nem sabem o que fazer mais pelo progresso. São ciclovias, mercados à séculos dezanove, festas com prata da casa e sardinhadas de borla regadas com vinho tinto, almoçaradas para maduros com mais de sessenta e cinco anos que sejam capazes de comer com faca e garfo e de dançar ao som de música pimba tocada por acordeonistas da terra, lombas, rotundas e iluminação Led. Eu cá sinto-me feliz com tanta tralha modernista. E tu???
Saudações modernistas
Manuel Serra d’Aire

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...