uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Almeirim é pioneiro na iluminação LED na Lezíria do Tejo

Edição de 07.09.2018 | O MIRANTE dos Leitores

A propósito da iluminação LED que, com o apoio de fundos comunitários, está a chegar em força ao nosso Ribatejo, li um texto em que o astrofísico Raul Cerveira Lima defende que aquele tipo de iluminação está a tornar a noite cada vez mais dia, agravando a poluição luminosa e os efeitos na saúde das pessoas e na vida de animais e plantas.
Segundo ele, as LED brancas, que simulam o dia, estão a transformar a paisagem nocturna e a ser instaladas sem qualquer ponderação sobre os seus efeitos na saúde humana, nos ecossistemas e no ambiente. Ele diz que aquela luz pode contribuir para problemas de sono e através disso aumentar o risco de depressão, obesidade, diabetes e até potenciar cancros de origem hormonal, nomeadamente da mama e da próstata.
Refere ainda que nas aves migratórias, o excesso de iluminação exterior, potenciado por estas luzes, está a desorientá-las e a encandeá-las e que aquelas luzes afectam a vida de algumas espécies de insectos e de árvores. Isto para além de cada vez menos vermos estrelas no céu.
O investigador diz que Portugal é um dos países da Europa com mais poluição luminosa e um dos países onde a poluição luminosa mais tem crescido e sublinha que qualquer pessoa ou qualquer município pode colocar a quantidade de luz que quiser uma vez que não há limite legal.
Maria Cristina Ferrugem

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...