Sociedade | 03-01-2017 10:31

"Alguns utentes hesitavam entre tratar-me por Ana ou por senhora doutora"

"Alguns utentes hesitavam entre tratar-me por Ana ou por senhora doutora"

Ana Custódio quis ser médica e escolheu trabalhar na sua Chamusca natal.

Chama-se Ana Custódio e é médica com especialidade de Medicina Geral e Familiar no Centro de Saúde da Chamusca. Mas dizer apenas isto é pouco. A jovem médica, de trinta anos de idade, nasceu e cresceu na Chamusca e após concluir a licenciatura de medicina na Universidade de Coimbra, foi para a Chamusca, para onde concorreu a fim de fazer a especialidade e foi lá que ficou colocada após a mesma.

Ana Custódio diz a O MIRANTE que sempre quis ser médica. "Os meus pais contam-me que em criança eu sempre dizia que ia ser doutora para poder ajudar as pessoas". O sonho cumpriu-se e a nova doutora escolheu ajudar as pessoas da sua terra.

"A escolha do local para onde ir trabalhar foi feita na altura em que optei por especializar-me em Medicina Geral e Familiar. Eu queria ser colocada num sítio pequeno e curiosamente quando saiu a lista das vagas para formação vi que havia uma na Chamusca. Foi fácil decidir. Então se eu gostava de sítios pequenos porque não o meu sítio pequeno?!", conta.

No seu sítio pequeno tinha passado uma infância tranquila. Ana Custódio era boa aluna na escola e bem comportada. Tão bem comportada que não se consegue lembrar de nenhuma traquinice fora das traquinices normais de qualquer criança. Estudou em Coimbra entre 2004 e 2010 e aí soltou-se um pouco mais mas sem nunca descarrilar.

"Foi um período em que cresci muito., tanto a nível pessoal como a nível profissional. E acho que vivi tudo o que era suposto um estudante de Coimbra viver. Guardo boas recordações e trouxe de lá para além do diploma e vivências, grandes amizades", explica.


* Notícia completa na edição semanal de O MIRANTE. Aqui

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1369
    20-09-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1369
    20-09-2018
    Edição Vale Tejo