Sociedade | 11-08-2017 01:00

"Fogo tem duas frentes activas e está controlado"

"Fogo tem duas frentes activas e está controlado"
ABRANTES

Presidente de Abrantes adiantou que o facto de não haver vento e a temperatura ter baixado tem ajudado no combate às chamas.

A presidente da Câmara de Abrantes disse hoje que o incêndio que lavra há mais de 24 horas no concelho tem ainda duas frentes activas, mas está controlado e espera que esteja resolvido "de manhã".

"Neste momento (cerca das 00h30), o incêndio tem duas frentes com ainda alguma atividade", declarou Maria do Céu Albuquerque, que adiantou que o facto de não haver vento e a temperatura ter baixado tem ajudado no combate às chamas.

A autarca sublinhou que "não há qualquer habitação em perigo" e disse esperar que o incêndio esteja "resolvido amanhã [hoje] de manhã".

No decurso deste incêndio, uma habitação ardeu totalmente, tendo a família de cinco pessoas sido "já realojada na casa paroquial", acrescentou.

No teatro das operações de combate ao incêndio em Abrantes estão cerca de 780 bombeiros, mais de 260 meios terrestres, 13 máquinas de rasto e mais de 100 militares, referiu a autarca, acrescentando que durante o dia de quinta-feira estiveram a operar 10 meios aéreos, que deixaram de operar com a entrada da noite.

O fogo chegou a estar "dentro da cidade", mas esta madrugada já "não existe qualquer perigo", reforçou.

O incêndio que lavra na zona de Abrantes, no distrito de Santarém, desde quarta-feira, levou ao corte da Autoestrada da Beira Interior (A23) em ambos os sentidos, mas a circulação foi restabelecida às 23h05.

Quatro aldeias - Medroa, Braçal, Amoreira e Pucariça - tiveram de ser evacuadas por precaução, tendo os habitantes sido encaminhados para o Regimento de Apoio Militar de Emergência" (RAME), no Quartel Militar de Abrantes.

As chamas consumiram, entretanto, uma casa de primeira habitação na Aldeia do Mato, tendo ficado desalojadas cinco pessoas, que se encontravam na praia fluvial local.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1321
    18-10-2017
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1321
    18-10-2017
    Capa Médio Tejo