Sociedade | 23-11-2017 17:28

Um “médico do povo” que ganhou o carinho da Póvoa de Santa Iria

Um “médico do povo” que ganhou o carinho da Póvoa de Santa Iria

Moradores recordam histórias de um homem à frente do seu tempo

Isidro Santos e Natércia Freire são um casal de vanguarda do seu tempo que fica para sempre vincado na memória da Póvoa de Santa Iria. Ela uma jornalista e poeta que se envolvia na vida da comunidade; ele um médico que nunca recusava ajudar quem precisava mesmo que fosse a meio da noite.

Um casal à frente do seu tempo que se envolvia na vida da comunidade da Póvoa de Santa Iria e que nunca recusava ajudar quem precisava. Eram assim Isidro Santos e Natércia Freire. Ele um médico incapaz de dizer não a quem o procurava e que, além do seu lado clínico, era também muito ligado ao associativismo, um conselheiro, um ombro amigo de quem precisava. Ela uma mulher de sensibilidade poética invulgar para o seu tempo.


A memória de ambos foi invocada este sábado, 18 de Novembro, durante o lançamento na biblioteca da cidade da fotobiografia de Natércia Freire, onde vários moradores deram o seu testemunho sobre a vida do casal. Isidro Santos, médico, nasceu em Benavente em 1911 e morreu em 2002. Era um homem em quem toda a gente confiava e para quem não havia horário. Atendia os doentes mesmo quando estes lhe batiam à janela do quarto durante a noite. Não seguia qualquer fé, dono de uma personalidade forte e gostava de praticar desporto. Fez o parto da primeira filha, Isabel.

Notícia completa na edição semanal de O MIRANTE AQUI

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1380
    05-12-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1380
    05-12-2018
    Capa Médio Tejo