Sociedade | 26-01-2018 13:22

Ministro do Ambiente diz estar a “atacar” problema de poluição no rio Tejo

Ministro do Ambiente diz estar a “atacar” problema de poluição no rio Tejo
Foto Arlindo Marques

Governante afirma que estão a ser feitas análises à espuma enquanto se trabalha em soluções.

O ministro do Ambiente afirmou esta sexta-feira, 26 de Janeiro, que se está a “atacar desde já” o “problema agudo” de poluição no Tejo, na zona de Abrantes, adiantando que estão a ser feitas análises à espuma, enquanto se trabalha em soluções.

“Neste momento confrontamo-nos com duas coisas: um problema agudo de poluição, que tem por detrás um acumular de condições de consolidação de matéria orgânica que, em anos de muito pouca chuva, não tiveram forma de se poder diluir. E vamos atacá-lo desde já”, afirmou João Matos Fernandes, que falava aos jornalistas em Montalegre.

O ministro assegurou que já foram feitas no terreno colheitas das próprias espumas, junto às Estações de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) e das indústrias. Segundo o governante, o que está em causa “é um problema de qualidade de água do Tejo que nos últimos tempos parece ter saturado”.

“Estamos a fazer essas mesmas recolhas com a certeza de que o problema que temos à nossa frente é um problema com uma dimensão que não resulta certamente da descarga A ou da descarga B, o que não quer dizer que elas não possam ter existido”, afirmou Matos Fernandes.

O ministro explicou que as análises à água e à espuma, cujos resultados demoram cerca de uma semana, permitirão “perceber quais são os agentes de poluição” e assim chegar aos potenciais agentes poluidores. “Nós não podíamos, em face de um fenómeno de poluição com esta dimensão, deixar nada de fora e, por isso, fomos a todas as ETAR, nomeadamente as das Águas do Vale do Tejo, que são uma empresa pública da qual eu sou o último responsável, para podermos perceber como são as condições de descarga neste momento”, referiu.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Médio Tejo