uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Técnica portuguesa venceu gigantes britânicos

Primeira parte “de loucos” foi mote para vitória brilhante dos sub 21 portugueses em Rio Maior

Uma exibição de encher o olho, em que a valia técnica dos jogadores portugueses veio ao de cima, deu à Selecção Sub 21 de Portugal uma importantíssima vitória sobre a sua congénere inglesa por 4-2. O jogo, de apuramento para o Europeu da categoria, ficou marcado por uma primeira parte estonteante, com quatro golos, dois para cada lado, e realizou-se em Rio Maior, cujo estádio estreou as novas bancadas.

Edição de 02.04.2003 | Desporto
A Selecção Sub 21 de Portugal venceu a sua congénere de Inglaterra por 4-2, mas não fossem dois erros, um da defesa lusa e outro da árbitra auxiliar do lado da bancada, e o resultado poderia ser ainda mais positivo para a equipa das quinas, que jogou na sexta-feira à tarde em Rio Maior a sua terceira partida a contar para o grupo sete de apuramento do Europeu da categoria, a realizar em 2004.A precisar de vencer o jogo para igualar os ingleses na classificação, os jogadores nacionais entraram bem no jogo e na primeira oportunidade que tiveram fizeram vibrar os perto de 2.500 espectadores que assistiam à partida. Cristiano Ronaldo avançou vários metros com a bola e desmarcou Hélder Postiga, que não teve dificuldades em bater o guarda-redes adversário quando estavam decorridos apenas sete minutos.Mas a vantagem durou apenas dois minutos e foi desfeita pelo gigante inglês Shola Ameobi, com a colaboração da defesa portuguesa, guardião Moreira incluído. Os jogadores portugueses “caíram” em cima dos ingleses e, mais dois minutos volvidos, Portugal voltou a adiantar-se por Ricardo Quaresma, com a colaboração de um defesa inglês.Shola Ameobi, avançado possante que mede uns bons dois metros, bisou aos 34 minutos, embora tenha partido de posição irregular. À entrada dos últimos cinco minutos mais um revés para Portugal, com a lesão de Hugo Viana, substituído por Carlos Martins, que, aos 60 minutos, bateu um livre directo ao poste e, um minuto depois, com um disparo fortíssimo de fora da área fez um excelente golo, que levantou as bancadas do municipal de Rio Maior.A “cantera” leonina mostrava a sua raça e Carlos Martins (emprestado pelo Sporting à Académica), fez uma assistência perfeita para Cristiano Ronaldo, que correu isolado vinte metros em direcção à baliza, e à saída deste, desviou para o fundo das redes e fazendo o 4-2 final.

Mais Notícias

    A carregar...