uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Governo civil preocupado com segurança

Edição de 01.10.2003 | Sociedade
O Governo Civil de Santarém quer que até final do corrente ano a Assembleia Municipal de Santarém deixe de reunir no seu salão nobre, como vem fazendo desde o início do actual mandato.Em carta dirigida ao presidente da Câmara de Santarém, o governador civil Mário Albuquerque justifica a sua posição dizendo que os horários de funcionamento das sessões da assembleia “não são minimamente compatíveis” com o horário dos serviços do Governo Civil. O que pode gerar situações de manifesta insegurança - pois não há “qualquer controlo de entradas” no edifício.Na última sessão, realizada sexta-feira, o átrio do Governo Civil foi vigiado por um agente da PSP, o que aconteceu pela primeira vez. Durante os trabalhos, o presidente da assembleia, José Miguel Noras, afirmou que, após contactos com o governo civil, ficou aberta a hipótese de o plenário municipal ali continuar a reunir, desde que sejam garantidas as devidas medidas de segurança.

Mais Notícias

    A carregar...