uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

“Ainda não vendi nada de jeito”

Ministra das Finanças fala da alienação de património
Edição de 12.11.2003 | Economia
A ministra das Finanças, Manuela Ferreira Leite, prometeu sábado, dia 8, em S. João da Madeira, intensificar a alienação de património estatal para controlar o défice, considerando que até agora ainda não vendeu “nada de jeito”.“Embora digam que só me falta alienar os Jerónimos, a verdade é que ainda não vendi nada de jeito, mas não hesitarei em rentabilizar os activos que for preciso”, disse Manuela Ferreira Leite, ao intervir na conferência “Que Portugal em 2004?”, promovida pelo PSD de S. João da Madeira.As alienações prosseguirão até que produzam efeitos as medidas tomadas para travar a despesa pública, um processo que reconheceu estar a ser moroso.A ministra advertiu, por outro lado, que a recuperação económica, que terá “sinais ténues” em 2004, não poderá criar aos portugueses qualquer “ilusão” de que o Estado poderá voltar a gastar mais.“Diria categoricamente que o tempo de fazer mais despesa pública acabou. Tudo aquilo que conseguirmos fazer em termos de correcção da despesa e de crescimento da actividade económica terá de ser canalizado para fazer baixar os impostos”, declarou.Manuela Ferreira Leite negou que a sua política resulte apenas da necessidade de manter os défices aos níveis exigidos pela União Europeia (UE).“A política que estamos a seguir é absolutamente essencial também por motivos internos. Há imperativos nacionais que a impõem”, afirmou, frisando que se Portugal não integrasse a UE, seria obrigado aos mesmos sacrifícios, nessa circunstância por imposição do Fundo Monetário Internacional.Lusa

Mais Notícias

    A carregar...