uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Páscoa é tempo de alegria e renovação

Mensagem do Bispo de Santarém
Edição de 07.04.2004 | Sociedade
O Bispo de Santarém, D. Manuel Pelino Domingues, desafia os católicos, na sua mensagem Pascal, a renovarem a sua forma de vida e a tornarem-se melhores pessoas. “Ao longo da Quaresma ouvimos o apelo à conversão que é uma passagem espiritual do homem velho ao homem novo , do pecado à graça, do egoísmo à entrega. Conversão é mudança de vida, de perspectiva, de comportamento, convida-nos à renúncia para encontrar uma nova forma de viver.”, pode ler-se a certa altura.O responsável pela Diocese de Santarém fala também das passagens que se operam ao longo das nossas vidas: “Como a vida de Jesus, também a do discípulo é feita de passagem. A passagem não se faz sem sacrifício. Implica desapego, partida, insegurança da novidade. A vida humana começa com a passagem difícil do seio materno para a existência separada. Muitas passagens se sucedem a esta primeira. Até chegar à passagem derradeira – a passagem da morte. A Páscoa dá sentido e prepara-nos para as passagens que temos de efectuar”.Na mensagem Pascal, intitulada “Exultemos de alegria”, D. Manuel Pelino Domingues, serve-se das suas memórias para ilustrar o sentimento Pascal. “Nas minhas recordações antigas, a ideia da Páscoa está associada à alegria exteriorizada opelo aleluia, pelas flores, pelo encontro festivo das pessoas. A Páscoa era vivida, tempos atrás, como uma verdadeira festa que desabrochava em luz e cânticos de júbilo, após a austeridade da quaresma. Na festa experimenta-se e mais profundamente o encanto da vida, manifesta-se o apreço e a alegria que sentimos pela existência e pelo mundo. Esses sentimentos transpareciam na celebração popular da visita pascal que levava às ruas e ao interior das casas e das famílias o mistério da vida nova e da esperança da Páscoa.”E a finalizar, uma nota de esperança: “Podemos cantar o aleluia da Páscoa nesta época de tantos receios? Como testemunhar a alegria e a esperança se tantos desencantos pesam sobre nós? A luz da Páscoa de Cristo é o penhor da nossa esperança e o estímulo para o nosso compromisso. Podemos exultar e cantar de alegria.

Mais Notícias

    A carregar...