uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Dois casos em Almeirim

Edição de 20.04.2005 | Sociedade
Este é o segundo caso a manchar o posto de Almeirim. Em 2002, um dos arguidos deste processo (Pedro E.) e um outro elemento, João R., foram julgados pelo Tribunal Judicial de Almeirim. Acusados do crime de corrupção passiva, acabaram por ser absolvidos por falta de provas no dia 26 de Novembro. Baseando-se no acórdão do tribunal, o comando geral da GNR optou por avançar com um processo interno relativo à conduta de João R.. Em 2003, este soldado é expulso da Guarda Nacional Republicana por decisão do ministro da Administração Interna, Figueiredo Lopes.Alcides C. queixou-se de Pedro E. e João R. alegando que tinha dado 10 mil escudos (cerca de 50 euros) a cada um em troca do perdão da multa e da sua não detenção por excesso de álcool no sangue. Mas em sede de julgamento não identificou os elementos a quem entregou o dinheiro. O tribunal condenou-o a sete meses de prisão, com pena suspensa por um ano, pelo crime de corrupção activa. Após a leitura do acórdão o juiz Manuel Pedro, que presidiu ao colectivo, disse aos guardas que não deviam ficar com a ideia que “o tribunal se convenceu que não tiveram participação” no caso.

Mais Notícias

    A carregar...