uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Empreiteiro absolvido

Edição de 04.01.2006 | O Mirante dos Leitores
Quando é a própria juíza que participa na sentença que absolve o acusado a avisá-lo que sabe muito bem que ele só se está a safar porque não foram reunidas provas que possibilitassem a sua condenação temos que reflectir. Por vezes é bem ingrata a missão de polícias e juízes mas seria interessante saber quem falhou neste caso. Como é que um empreiteiro burlão conseguiu sair impune? Foi a investigação que não foi feita como deveria ter sido? E se o foi isso aconteceu porquê? Porque não havia meios suficientes? Porque alguma burocracia se atravessou no caminho de quem queria descobrir a verdade?Neste caso só nos resta esperar, como a senhora juíza, que o agora libertado ainda vá parar à prisão ou pagar os danos que provocou. Para isso basta que o Ministério Público trabalhe melhor na investigação dos outros processos em que o empreiteiro está envolvido. Mas, como diz o povo, quem espera desespera.A. Morais Ruíz

Mais Notícias

    A carregar...