uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Câmara de Coruche paga trabalho que nunca foi feito

Para evitar condenação em tribunal
Edição de 25.01.2006 | Sociedade
A Câmara de Coruche vai pagar uma indemnização de 3.200 euros a uma empresa por trabalho que esta não chegou a realizar e que foi contratado em Setembro de 2001, no final do último mandato de maioria comunista.A TBald – Divulgação XXI foi contratada em Setembro de 2001 pelo município de Coruche para criar páginas na internet para as oito freguesias do concelho. Mas o pagamento de 3.600 euros que deveria ser executado até 1 de Outubro desse ano nunca chegou a ser efectuado. Segundo explicou o presidente da Câmara de Coruche, Dionísio Mendes (PS), na reunião de 19 de Janeiro, a autarquia tinha por missão fornecer material de suporte, textos e ilustrações para a empresa criar as páginas das juntas de freguesia.A empresa interpôs uma acção judicial contra a câmara no Tribunal de Almeida e, perante o reconhecimento por parte da consultoria jurídica do município de que a sua condenação seria inevitável, chegou-se a um acordo extrajudicial.“Será feito um pagamento de 3.200 euros face aos 3.600 euros que são devidos, sem juros de mora e sem termos de arcar com as custas do processo judicial. Esta é a melhor opção para a câmara”, explicou Dionísio Mendes.O edil de Coruche recordou que, em 2001, a autarquia já estava envolvida no projecto Ribatejo Digital, para criação de acessos à internet, e que não se justificaria um investimento do género.

Mais Notícias

    A carregar...